Municípios se unem para o mutirão do lixo eletrônico

Teve início nesta segunda-feira, 16/4, o Mutirão do lixo eletrônico da região de Taquarituba, envolvendo os municípios de Barão de Antonina, Cerqueira César, Coronel Macedo, Itaporanga, Fartura, Pirajú, Riversul, Taguaí, Taquarituba e Tejupá. Para isso, cada prefeitura manterá de 16 a 20 de abril uma caçamba para a população depositar o seu lixo – computadores e sucatas de informática em geral…

(monitores, teclado, mouse, CPU, estabilizador, driver, impressora e etc.); televisores, celulares, telefones e fax, aparelhos de som, DVD e videocassete, fios, cabos, placas, circuitos eletrônicos, pilhas e baterias.

lixoe1

Atualmente os municípios brasileiros têm enfrentado grandes problemas representados pela geração de resíduos dos mais diversos ramos de atividades além dos resíduos sólidos urbanos gerados por toda a população. Dentre aqueles que nos municípios não possuem ainda o gerenciamento bem definido, destacam-se os denominados lixos eletrônicos, resultantes de aparelhos advindos com a evolução tecnológica que se vive.

A rápida evolução das tecnologias e a troca constante de aparelhos eletrônicos cada vez mais acessíveis à população resultam na geração de um resíduo perigoso e em mais um problema ambienta, pois o resíduo eletrônico acaba sendo encaminhado em sua maioria para lugares inadequados.

A destinação final e tratamento desses materiais possuem alto custo e necessita de licenças específicas o que leva hoje, muitas vezes, ao descarte inadequado dos resíduos eletrônicos em pontos irregulares da cidade ou misturados ao lixo de origem doméstica que é encaminhado aos aterros sanitários.

Qualquer que seja a destinação inadequada torna-se prejudicial ao meio ambiente e conseqüentemente acaba por causar danos a população, em especial às comunidades próximas ao material descartado.

Mas a população pode colaborar levando o seu lixo eletrônico a um local de coleta e assim contribuir para:
– com o meio ambiente através da redução de descartes clandestinos,
– com a população evitando a contaminação e riscos à saúde;
– e socialmente através de uma ação local de impacto na qualidade de vida da população.

Compartilhar

Notícias relacionadas