Na Semana do Meio Ambiente, Itaí lançará a Coleta Seletiva Solidária

A Prefeitura Municipal está desde o início da atual gestão, trabalhando para regularizar situações de entraves e implantar o respectivo projeto de coleta seletiva. Neste sentido, foi realizada uma série de melhorias no Município, como a adequação do antigo aterro municipal, o qual descumpria as normas ambientais vigentes e tinha processo de interdição …

 
previsto, pois contava com a presença de catadores; ausência de cobertura diária dos resíduos; mau cheiro e presença de vetores de doenças.
 
O lançamento do projeto está previsto para junho de 2011 (Semana do Meio Ambiente), e novos parceiros estão sendo incorporados, visando à efetivação e sucesso da campanha.


Atualmente o mesmo encontra-se regularizado e recuperado, com a devida correção topográfica, sem a presença de catadores e teve seu encerramento autorizado pela CETESB em 2010. Além disso, a Prefeitura Municipal cumpriu o estabelecido no termo de ajustamento de conduta com o Ministério Público e finalizou o processo de licenciamento, ao obter as licenças prévia, de instalação e de operação para o novo aterro, realizando a instalação de toda infraestrutura necessária para o início das atividades de disposição correta de resíduos. (Da Assessoria)

Outra conquista do Poder Público Municipal de Itaí foi a aquisição através da Secretaria de Estado de Meio Ambiente de um novo caminhão compactador para recolher os resíduos sólidos no perímetro urbano.

Realizada a etapa de recuperação do antigo aterro, de licenciamento e operação ambientalmente adequada do novo aterro, o próximo passo será o da implantação da Coleta Seletiva, no qual a população será orientada a separar os resíduos em dois tipos: Orgânicos/Molhados e Recicláveis/Secos, sendo que cada tipo será coletado em dias específicos.

A Prefeitura de Itaí não está medindo esforços para implantar o projeto Coleta Seletiva Solidária, visando respaldar parcerias e projetos educativos. Essa iniciativa permitirá o aumento da vida útil do aterro e da qualidade ambiental municipal, a criação de condições dignas de trabalhos a pessoas que estão na informalidade e a formação de uma nova consciência ambiental.

Após a implantação da coleta seletiva no município, a diferença não será somente para os futuros membros da Cooperativa ou Associação de catadores de material reciclável, os quais poderão trabalhar mais dignamente, mas também para a cidade de forma geral, já que as ruas ficarão mais limpas e a degradação ambiental será reduzida. Além disso, haverá a diminuição de desperdícios e maior viabilidade nos processos de reciclagem.  

No entanto, para que o projeto obtenha sucesso, é de suma importância o apoio dos setores industriais, de comércio e serviços. A população também precisa colaborar e ser educada ambientalmente, pois só assim caminharemos rumo à consolidação de um Município consciente, responsável e sustentável. (Da assessoria)

 

Compartilhar

Notícias relacionadas