Nasce o milésimo bebê da Maternidade do Hospital Estadual Botucatu

Às 04h09 do dia 2 de julho, mais um milagre da vida nasceu na Maternidade do Hospital Estadual Botucatu (HEBo). Além de um grande motivo de alegria aos pais e familiares, o nascimento de Iury representa um marco histórico: é o milésimo bebê nascido na Maternidade do Hospital Estadual Botucatu (HEBo), desde a sua implantação, em dezembro de 2018.

Com 3.240g e 48cm, Iury nasceu de parto normal, realizado pela equipe de enfermeiras obstetras, e é o primeiro filho do casal Tatiana Jesus Domingos e Josemar Santos dos Reis, que recebeu um kit especial preparado pela equipe da Maternidade, com a ajuda de doações, para celebrar este momento.

A mãe não escondeu a emoção diante deste momento único. “Esta é a melhor sensação do mundo, nada se compara a ter meu pequeno nos braços. Não imaginava que ele seria o bebê de número 1000 da Maternidade, mas estou muito feliz e agradeço a todos da equipe pelo atendimento, estão todos de parabéns”.

A enfermeira Rachelle Scapol trabalha na Maternidade desde o início do seu funcionamento, em 2018. Para ela, o nascimento do milésimo bebê foi um grande marco para a Maternidade. “Para nós, este nascimento representa uma grande conquista. A vivência de um parto humanizado e respeitoso, quebrando os paradigmas, nos trás a visão que o SUS resiste, e que pode sim proporcionar experiências únicas de parto, que os direitos existem e podem ser ouvidos e respeitados”, afirmou.

“Nós crescemos muito em pouco tempo, ganhamos espaço em uma equipe multidisciplinar, reduzimos taxas de cesáreas e conseguimos colocar em prática as diretrizes que a OMS e Rede cegonha traz, e hoje somos referência no cuidado, assistência e humanização” explica Rachelle, com apoio de toda equipe de Enfermagem da Maternidade.

Para o Chefe do Serviço de Obstetrícia do HC, Dr. Roberto Antônio de Araújo Costa, a importância do milésimo nascimento na maternidade do HEBo pode ser avaliada de várias formas. “Significa o sucesso de uma política de saúde proposta e implementada pela Superintendência, a de organizar melhor a assistência ao parto na cidade e na região. Isso permitiu uma diminuição da superlotação na maternidade do HC e consequentemente uma melhor atenção à assistência ao parto nos dois serviços. Criou-se um cenário de trabalho integrado entre as equipes médicas e de enfermagem e um campo de ensino importante para a formação das equipes de saúde. A consolidação da Maternidade representa também mais um ponto importante de fixação de profissionais para a cidade. Estamos muito satisfeitos com o alto grau de satisfação demonstrado pelas usuárias, o que nos mostra que foi uma decisão totalmente acertada”, disse.

A Gerente de Enfermagem do HEBo, Andrezza Belluomini Castro, afirma que o nascimento do milésimo bebê não representa apenas um marco numérico para a maternidade. “Nestes tempos tão difíceis de pandemia, cada nascimento é comemorado como uma nova esperança de vida. A maternidade do HEBo está em crescimento e expansão em resposta a integração das diversas equipes de saúde, e em pouco tempo, tornou-se modelo de excelência no atendimento ao parto humanizado no estado de São Paulo”.

A Diretora Executiva do HEBo, Dra. Silke Weber, acredita que a dedicação de uma equipe multiprofissional é essencial para o crescimento do Serviço. “Presenciar este fato é reconhecer o mérito de todos nós, que estamos juntos desde o início, inovando todos os dias com novas conquistas. Sem este trabalho em equipe, não chegaríamos tão longe. Muito obrigada a todos”.

Sobre a maternidade do HEBo

Em dezembro de 2018, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo repassou R$ 6 milhões ao HCFMB para a abertura de 20 leitos obstétricos no HEBo, unidade de baixa e média complexidade.

O HEBo possui, no total, 80 leitos instalados. Entre eles, estão os 20 novos leitos abertos para atendimento as gestantes de menor complexidade. A medida contribuiu para a otimização aproximada de 60% da maternidade do HCFMB, que continua a ser uma referência regional para gestação de alto risco, com seus 29 leitos SUS, realizando cerca de 200 partos por mês.

Atualmente, a Maternidade do HEBo tem realizado cerca de 80 partos/mês.

“Obrigado à equipe do HC e do Hospital Estadual Botucatu pela dedicação e compromisso com esse projeto. Essa gestão tem um compromisso com a população de Botucatu e região, que é atendida no complexo HCFMB: sempre buscaremos um atendimento de qualidade, acolhedor e, principalmente humanizado”, finaliza o Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi.

(Vivian Abilio| Assessoria de Imprensa – Núcleo de Comunicação, Imprensa e Marketing)

Compartilhar

Notícias relacionadas