No seu 1o. discurso, deputado Dr. Ulisses diz porquê entrou para a política e chama atenção para as dificuldades financeiras das Santas Casas

Agradecimento, responsabilidade e indignação. Três sentimentos que marcaram o primeiro discurso do doutor Ulysses na tribuna da Assembleia como deputado estadual. O médico com mais de 40 anos de profissão escolheu como tema as dificuldade financeiras enfrentadas pelas Santas Casas de Misericórdia que são responsáveis por mais de por mais de 1/3 dos leitos hospitalares do Sistema Único de Saúde, SUS. 

Levantamento da Federação dos Hospitais e Santas Casas do Estado de São Paulo, Fehosp, mostrou que as Santas Casas em todo país têm um prejuízo operacional de 4 bilhões de reais por ano com o SUS. Uma situação que o parlamentar conhece bem. Ele atende pacientes na Santa Casa de Itapeva, sudoeste do Estado, desde 1966.
 
Deputado estadual Ulisses Mario Tassinari

A tabela do SUS, segundo o doutor Ulysses, esta desatualizada. De cada 100 reais que os hospitais gastam no atendimento, recebem apenas 60 reais. O que representa um déficit operacional de 40%. “Isso é uma bola de neve que vai endividando cada vez mais as nossas Santas Casas”, afirma o médico. Por causa da diferença entre o que se gasta e o que é repassado pelo Governo Federal à unidade, o doutor Ulysses citou dois exemplos: Santa Casa de Palmital dívida de 800 mil reais. Já em Franca, a dívida é de 15 milhões de reais. Diante da situação, o doutor Ulysses, chamou a atenção para a necessidade de aumentar o trabalho da Frente Parlamentar pró Santas Casas. 

Durante o discurso, o parlamentar também criticou alguns parâmetros do Ministério da Saúde. De acordo com o deputado, em Itapeva, a unidade hospitalar oferece condições de se realizar procedimentos de “alta complexidade” em cirurgia vascular e ortopedia. No entanto, o Ministério da Saúde só autoriza este tipo de atendimento em áreas com um milhão de habitantes.  “Os nossos pacientes esperam de três a quatro anos para serem operados de ligamento de joelho. O que poderia ser resolvido facilmente em Itapeva”, ressaltou o parlamentar.

O doutor Ulysses falou ainda sobre a sua carreira política relativamente curta que começou em 2004, como vereador e também foi presidente da Câmara de Itapeva. Além disso, em 2008, foi eleito vice-prefeito e em outubro do ano passado se tornou representante do povo do sudoeste paulista na Assembleia. Sempre no Partido Verde. Também a aproveitou a estreia na tribuna para agradecer a confiança dos eleitores e a maneira simpática e amigável como foi recebido pelos deputados e pela bancada do PV. Confira a íntegra do discurso (Da Assessoria de Imprensa do deputado)
 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas