Nota oficial do IB/Unesp sobre atropelamentos de tamanduás-bandeira em Botucatu

O IB/Unesp de Botucatu se coloca à disposição para participar e dar todo o suporte técnico necessário para a elaboração de um plano de ação para o enfrentamento desta situação.

A Diretoria do Instituto de Biociências da Unesp de Botucatu manifesta sua preocupação com os casos frequentes de atropelamentos de tamanduás-bandeira ocorridos na rodovia Gastão Dal Farra, em Botucatu. O excesso de velocidade dos motoristas que trafegam pela via configura-se como a principal causa destes atropelamentos e representa um sério risco para a manutenção da população desta espécie ameaçada de extinção.

O número de atropelamentos é assustador e muito preocupante. Em um intervalo inferior a um ano foram atropelados cinco tamanduás-bandeira adultos, incluindo uma fêmea prenha, em um trecho de pouco mais de 1 km da rodovia. É preciso que sejam tomadas providências imediatas e efetivas para garantir a segurança destes animais, que já se encontram em situação vulnerável.

Estamos na época seca, durante a qual os tamanduás-bandeira, bem como outras espécies de mamíferos silvestres também ameaçadas, como o lobo-guará, se deslocam mais a procura de água, alimento e de parceiros para reprodução. Será comum vê-los atravessando a rodovia Gastão Dal Farra, no pequeno trecho entre o Parque Tecnológico e o Bairro Demétria, principalmente no período entre às 17h30 e 8 horas.

O IB/Unesp de Botucatu se coloca à disposição da Prefeitura Municipal e da Concessionária Rodovias do Tietê para participar e dar todo o suporte técnico necessário para a elaboração de um plano de ação para o enfrentamento desta situação.

Prof. Associado Luiz Fernando Rolim de Almeida
Diretor do IBB/Unesp

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments