Oziel indaga sobre ações preventivas de combate a dengue

Quais as ações preventivas que o município está tomando em relação ao Programa de Combate a Dengue? O questionamento é do vereador Oziel Pires (PTB), por meio de requerimento encaminhado ao prefeito municipal. O vereador pediu que a Secretaria Municipal de Saúde, responsável por ações dessa natureza informe o que está sendo feito no município em relação a essa importante questão.

Frisou  que o controle da transmissão do vírus da dengue ocorre no âmbito coletivo e exige um esforço de toda a sociedade,   com  mobilização social e  participação comunitária. 


No Brasil, as condições socioambientais favorecem a  expansão do Aedes aegypti possibilitando  a dispersão do vetor.  De acordo com o Ministério da Saúde, nos primeiros seis meses deste ano, 84.535 pessoas tiveram dengue, enquanto que, em 2003, as notificações chegaram a 299.764.

A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo.  A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em conseqüência da dengue. 

PRAÇAS – Oziel reivindicou da municipalidade a limpeza,  colocação de bancos e um ponto de ônibus na Praça Professora Soraia Martins Oliveira Corrêa, localizada no Horto do Ipê e também a retirada das mesas de concreto dentro do quiosque e a manutenção do parque da Praça Padre José Pássaro, na Cecap. As melhorias visam atender os moradores que utilizam esses locais como espaço de lazer.

REDE DE ESGOTO – À Gerência da Sabesp o vereador solicitou a implantação de rede de esgoto na Rua Miguel da Silva Gouveia, no Jardim Maringá. Junto ao pedido Oziel anexou abaixo assinado daquela comunidade pedindo a benfeitoria, pois a ausência da mesma tem ocasionado muitos transtornos às pessoas. (Assessoria de Imprensa da CMI).
 
Compartilhar

Notícias relacionadas