Penitenciária Industrial de Cascavel (PR) é renomeada com o nome do itaporanguense Marcelo Pinheiro

Depen faz homenagem à servidores ao renomear unidades penais em Cascavel

Marcelo foi morto a tiros em 17 de março de 2015 durante ataque de bandidos para resgate de presos. Eles cortaram o alambrado e invadiram o setor semiaberto onde ele (Marcelo) e mais 2 agentes trabalhavam. Reveja reportagem do ItapoNews na época

Veja também nesta matéria o depoimento, Angélica Aparecida Azevedo Pinheiro sobre a homenagem.

Esta publicação no site do DEPEN foi feita neste 1º de maio de 2021 – Duas unidades penais de Cascavel foram renomeadas em forma de homenagem póstuma à dois servidores do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), que foram mortos nos anos de 2015 e 2016, quando estavam em serviço pela instituição. A Penitenciária Industrial de Cascavel – Unidade de Progressão (PIC-UP) e a Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC) foram renomeadas para Penitenciária Industrial Marcelo Pinheiro – Unidade de Progressão (PIMP-UP) e Penitenciária Estadual Thiago Borges de Carvalho (PETBC), respectivamente. As homenagens aconteceram nesta quarta-feira (28/04), em ambas as unidades, e contaram com a presença secretário da Segurança Pública (Sesp), Romulo Marinho Soares.

“Este é um momento ímpar, importante para mim e para todos aqui, e que me motiva a trabalhar ainda mais, pois nos lembra que temos profissionais dedicados, abenegados a ponto de perder suas vidas em prol da segurança pública, como é o caso destes dois agentes”, destacou o secretário. “Por isso investimos na valorização, com o encaminhamento da proposta da criação da Polícia Penal, por exemplo”, completou.

Segundo o diretor-geral do Depen do Paraná, Francisco Caricati, a homenagem é como uma forma solene e justa de demonstrar aos servidores do sistema penitenciário e também à sociedade civil, que o Depen jamais esquecerá de seus filhos institucionais. “Reconhecer perante os familiares do homenageado que a instituição busca de forma singela e formal colocar o nome de seus ascendentes e descendentes no rol de heróis do sistema, pois sacrificaram a vida no exercício de suas atribuições, é muito significativo”, esclarece Caricati.

Os trâmites para a realização do procedimento passaram pela Coordenadoria Regional de Cascavel, através do diretor regional do Depen em Cascavel, Thiago da Costa Correia, que apresentou o projeto de trabalho para promover a homenagem, junto com o apoio do secretário da Segurança Pública, Romulo Marinho Soares. Ambas as homenagens foram publicadas em decretos, nº 6.729 e 6.4880. A ação teve o objetivo de valorizar os serviços prestados e também eternizar os nomes dos servidores.

“Para que nossos valorosos agentes penitenciários, vítimas injustificaveis da violência perpetrada pelos criminosos, não sejam esquecidos a ponto de figurar tão somente como estatística, é que faz-se necessária a presente homenagem póstuma, principalmente por tal razão ter ocorrido durante e dentro do estabelecimento penal”, pontua Thiago da Costa Correia.

RECONHECIMENTO – A unidade Penitenciária Industrial Marcelo Pinheiro – Unidade de Progressão (PIMP-UP) é uma homenagem ao policial penal Marcelo Fernando Pinheiro, que foi executado a tiros no dia 16 de março de 2015, quando exercia suas funções no Centro de Regime Semiaberto de Guarapuava (CRAG).

A viúva de Marcelo Pinheiro, Angélica Aparecida Azevedo Pinheiro, valoriza o reconhecimento da instituição em homenagear quem tanto se dedicou pelo seu trabalho. “Quando eu recebi a notícia sobre a homenagem eu fiquei, de momento, muito anestesiada. Porque volta tudo na cabeça o dia de quando ele tinha morrido, de uma maneira violenta, em um lugar em que ele amava. Marcelo tinha orgulho de trabalhar onde estava e de ser agente penitenciário. Ao mesmo tempo eu fico muito feliz e agradecida ao Depen, pois a morte dele não foi em vão. Significa que ele nunca será esquecido em uma instituição que ele tinha orgulho em estar trabalhando. Feliz pelo reconhecimento!”, completa.

Já a unidade Penitenciária Estadual Thiago Borges de Carvalho (PETBC) é uma homenagem ao policial penal Thiago Borges de Carvalho, que foi executado em uma emboscada no dia 20 de dezembro de 2016, quando retornava com a equipe do Setor de Operações Especiais (SOE) de uma revista Penitenciária Estadual de Londrina II.

Segundo a viúva de Thiago Borges de Carvalho, Raissa Dias Carvalho, a homenagem que eternizará o nome do Policial Penal Thiago Borges a pegou de surpresa. “Eu fiquei muito emocionada quando recebi a ligação do coordenador Regional de Cascavel do Depen, pois já tinha quatro anos do falecimento do meu marido. É uma situação que não imaginaria e não tinha o reconhecimento da valorização do trabalho dele na instituição. Fiquei muito orgulhosa, pois Thiago (marido) sempre lutou e foi exemplar por buscar as situações corretas”, completa.

DESCERRAMENTO – Na visita à unidade de Cascavel, nesta quarta-feira (28/04), o secretário da Segurança Pública (Sesp), Romulo Marinho Soares, acompanhado pelo Chefe de Engenharia da sesp, major Ivan Fernandes, participou do descerramento das placas de homenagem, às quais levam o nome dos heróis da unidade.

Participaram deste momento também o Coordenador regional, Thiago Correia, o Chefe de segurança Sérgio Sarquis; o Diretor: Rodrigo Augusto Cardoso; o vice-diretor, Álvaro Marcelo Alegrette, Policial Penal, Alessandro Marchetti; Diretor, Sebastião Monteiro; Vice-diretor, Aladison da Silva; Policial penal, Edson; Chefe de segurança, Gildo Ferreira, entre outras autoridades.

(Do Departamento Penitenciário do Paraná – Secretaria de Segurança Pública)

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments