PM de Riversul faz dois flagrantes na madrugada: um de porte de armas e outro de tentativa de homicídio

De acordo com informações da Polícia Militar de Riversul, na madrugada desta quinta-feira. 1º dia do ano, seus homens atuaram em dois casos na cidade: um por porte ilegal de armas e outro por tentativa de homicídio com arma de fogo.

O primeiro, porte de armas ocorreu durante patrulhamento pela cidade. JGS, conhecido no meio policial e seu sobrinho menor de idade ao avistarem a viatura demonstraram comportamentos suspeitos e na abordagem e revista pessoal em ambos os policiais acabaram encontrando com o maior, um revólver calibre 32 com munição intacta, e com o menor, uma faca que estava dentro do cano de sua bota.

Conduzidos ao plantão policial, o delegado José Carlos Bertolucci ratificou a prisão em flagrante do maior e o indiciou arbitrando fiança de R$ 750,00, que foi paga e ele liberado para responder ao processo em liberdade. Sobre o menor, este foi sindicado e deixado aos cuidados do Conselho Tutelar.

O segundo caso – tentativa de homicídio – ocorreu ainda quando os PMs estavam na delegacia apresentando o primeiro caso. Eles ouviram disparos de tiros e imediatamente se dirigiram para o local e notaram que com a chegada, o itaporanguense JCS jogou ao chão a arma com a qual havia alvejado na perna a vítima JAI, de Itararé, por motivos a serem apurados.

O acusado JCS e a arma foram apresentados ao plantão policial, onde a autoridade apreendeu a arma, ratificou a prisão em flagrante e o indiciou por tentativa de homicídio. Em seguida ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César onde permanecerá à disposição da justiça.

Já a vítima JAI, foi inicialmente encaminhada ao PS local e em seguida transferida para a Santa Casa de Itapeva-SP

Compartilhar

Notícias relacionadas