Políciais paranaenses e paulistas estouram cativeiro e libertam Gumercindo

Gumercindo Ferreira SantosO empresário Gumercindo Ferreira Santos, de 83 anos, que havia sido sequestrado na cidade de Itararé, no interior de São Paulo, foi libertado pela polícia no início da noite de terça-feira (8) de um cativeiro localizado em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba. Quatro pessoas que estavam no local foram presas.

Gumercindo Ferreira Santos estava desaparecido desde o dia 27 de agosto quando foi levado por bandidos em um carro. A ação de resgate do refém ocorreu por volta das 19 horas e contou com a participação de investigadores do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especiais (Tigre), da Polícia Civil do Paraná, além de policiais da Polícia Civil paulista.

De acordo com um investigador envolvido na operação, que não quis ser identificado, embora Santos não estivesse ferido, ele estava bastante debilitado. “Ele tem mais de 80 anos e estava em um quarto pequeno com muito pouca comida”, relatou. Dois homens e uma mulher que estavam no local foram presos. No mesmo imóvel, a polícia encontrou várias armas, joias e até coletes com emblema da Polícia Federal (PF), que foram apreendidos.

Ainda segundo o investigador, não houve reação por parte dos presos. “Chegamos de surpresa, ninguém imaginava que encontraríamos o local”, contou. O policial não informou detalhes da investigação que levou à descoberta do cativeiro. De acordo com ele, 25 policiais estiveram envolvidos na operação.

Após passar por exames em um hospital local e ser liberado, Santos prestou depoimento ao Grupo Tigre e seguiu para Itararé, que fica próximo à divisa de São Paulo com o Paraná. O empresário foi levado por familiares que moram na região de Curitiba, e escoltado por policiais. A ação da Polícia Civil paranaense terminou por volta das 4 horas desta quarta-feira (9), com o retorno dos investigadores à Curitiba.

Os quatro presos e o material apreendido foram levados à Delegacia da Polícia Civil de Itararé.

De acordo com a Agência Estadual de Notícias (AEN), foram presos Valmir da Cruz, 44 – suspeito de ser o líder do grupo – Bruno Godoy Dodta, 23, Luiz Gustavo Munhoz Zonatto, 21, além de uma adolescente de 17 anos.“Pela forma como o sequestro foi conduzido, a quadrilha era bastante experiente", declarou à AEN o delegado Silvio Rockembach, do Tigre.

 Sequestro

De acordo com informações do jornal Folha do Sul, do interior paulista, Santos foi sequestrado na manhã de quinta-feira (27) de sua residência, na cidade de Itararé. Quatro homens e uma mulher teriam levado o empresário em um GM Astra de cor prata, com placas de Curitiba, depois de render o vigia da casa.

Santos é proprietário da Rádio Clube de Itararé e da rede de supermercados Cofesa e possui negócios nas cidades de Itapeva, Itapetininga e outras cidades paulistas, além de Curitiba. Do Jornal Gazeta do Povo, Curitiba-PR

 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas