Polícia: Porte de drogas em Itaporanga, e agressão doméstica (Lei Maria da Penha) em Barão de Antonina

Em patrulhamento pela cidade, às 21h20 deste sábado, 1º de junho,  os policiais militares cabo Tobias, soldados Castilho e Claudenilson e mais a equipe de apoio de Taquarituba composta pelo cabo Castilho e soldado Barbosa depararam com um Fiat Uno parado para a troca de pneus à margem da pista na Rodovia Juventino Pratriarca, bem próximo do Cristo e entrada da cidade.

Na abordagem e revista pessoal dos dois ocupantes – PNJ,36 anos e VAS,26 anos, e no interior do veículo os PMs acabaram encontrando uma porção de maconha no tapete do carro e duas pedras de crack no bolso da bermuda de VAS. Com PNJ os policiais encontraram R$ 795,00 em dinheiro e mais um cheque de R$ 150,00.

Ambos tinham acabado de sair de uma festa que acontecia numa chácara perto do Bairro Rio Verde. De acordo com a PM, durante o registro da ocorrência os celulares dos dois não paravam de tocar, com ligações posivelmente de consumidores de drogas. Por ambos terem antecedentes, os policiais presumiram que eles estavam voltando à cidade para buscar mais drogas e retornar à festa.

Conduzidos ao plantão policial, foi feito BO de Porte de Entorpecentes, e eles foram liberados porque a quantidade dos entorpecentes não caracterizaram tráfico. O dinheiro também foi devolvido a eles, mas o carro foi apreendido e recolhido ao pátio da concessionária do Detran em Itaporanga.

Em Barão de Antonina, jovem era agredida pelo companheiro (Lei Maria da Penha)

Às 18h15 deste sábado, 1º de junho, o lavrador LJ, de 25 anos foi conduzido pelo soldado Gama à Delegacia de Polícia local, com a acusação de agressão física à sua companheira, BDT, de 15 anos, que tem problemas de audição. O soldado Gama presenciou um ato de ameaça de LJ à vítima, que também compareceu ao plantão com familiares para confirmar as agressões.

Eles informaram que ela passou a ser agredida com frequência por ele, desde que passaram a viver juntos, contra a vontade da família,  há cerca de 9 meses. Segundo o registro, após as agressões ele a ameaçava de mais agressões caso viesse a contar para os familiares.

Mas, neste sábado, sua mãe foi visitá-la e estranhou seu comportamento acuado. Conversando, BDT revelou que tinha apanhado dele(LJ) na quinta-feira e que estava com muita dor nas costas.

Com isso, LJ acabou preso e indiciado pelo delegado José Carlos Fernandes, no crime de Violência Doméstica e Lesão Corporal(Lei Maria da Penha), e em seguida foi removido para a Cadeia Pública de Sarutaiá, onde se encontra à disposição da Justiça.

Compartilhar

Notícias relacionadas