Polícia prende 5 no final de semana; entre esses, o fraticida que estava foragido e se apresentou

 

Na quinta-feira, 25, José Benedito da Rocha, 57 anos, que em 14 de setembro do ano passado matou a tiros a sua irmã Marli Aparecida da Rocha, 43 anos, acompanhado de seu advogado se apresentou à Polícia Civil de Itaporanga, onde, pela primeira vez após o crime foi ouvido pelo delegado José Carlos Fernandes e pelo escrivão Trajano no inquérito de Fraticídio.

Contra José Benedito já havia mandado de prisão. Ele ficou nove meses escondido e ao se entregar nesta quinta-feira, segundo quem acompanhou a sua chegada na Delegacia, a sua aparência era a de um homem arrasado, triste, abatido e magro. Fala-se que o motivo do crime estaria relacionado a divergências com a irmã por motivos de herança na divisão dos bens deixados pelo pai.

Após ser ouvido, José Benedito recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Cadeia Pública de Sarutaiá, onde aguarda vaga no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira César-SP

Preso o autor de homicídio no Bairro Cruzeirão

Na quinta-feira também a Polícia Civil, cumprindo mandado prendeu no Bairro Cruzeirão o condenado A.M.S, 32 anos, que há quatro anos matou um homem em um bar daquela localidade.

Depois de esgotados todos os recursos de defesa na Justiça, ele foi sentenciado à pena de 12 anos de reclusão. Após os registros policiais de praxe, foi encaminhado à Cadeia Pública de Sarutaiá para em seguida ser encaminhado a uma das penitenciárias do Estado.

Preso por não pagar pensão

Ainda na quinta-feira, cumprindo mandado de prisão civil, a Polícia prendeu I.V.M, de 33 anos, por não pagar pensão alimentícia. Também foi encaminhado à Cadeia Pública de Sarutaiá.

Dois jovens são presos por furto de moto

Por volta das 20h da quinta-feira, pelo 190 a Polícia Militar de Itaporanga recebeu comunicado de uma pessoa avisando que dois jovens haviam adentrado uma residência na Rua Leôncio Gurgel do Amaral e furtado uma motocicleta. Saíram conduzindo a moto sem capacetes.

Com a descrição fornecida, os PMs Lafaiete e J.Castilho saíram em diligência e acabaram avistando os dois perto de um terreno baldio nas proximidades do Colégio Positivo.

Ao avistarem a polícia, abandonaram a moto e saíram em fuga, mas acabaram presos e um deles, J.M.P , 18 anos confessou e ao passar pela residência viu o portão da residência semiaberto, adentrou a casa e saiu com o comparsa, W.de O.D de 18 anos, que negou que estivesse com o primeiro.

Os dois foram conduzidos ao plantão policial, onde foram indiciados por furto e encaminhados à cadeia de Sarutaiá, onde aguardarão vagas no CDP de Cerqueira César.

Segundo a Polícia, J.M.P quando menor já tinha praticado vários delitos, inclusive furto de motos.

O proprietário da moto, Adriano Harno Benck, 41 anos, morador na Rua Leôncio Gurgel do Amaral, disse que tinha ido na Feira da Lua e que não sabia que a sua casa havia sido arrombada e a sua moto furtada. Após os procedimentos da polícia a moto foi devolvida a ele.

Compartilhar

Notícias relacionadas