Prefeito de Riversul foi a Brasília em busca de recursos

Empossado no cargo no dia 07 de março passado, em decorrência da cassação, pela Câmara, do mandato do então prefeito Marcelino Bíglia, o atual prefeito de Riversul José Aparecido Gomes “Zicão”(PT) vem trabalhado muito para tentar reverter a situação do município. Na semana passada em companhia do seu diretor Municipal de Assistência Social Ageu

Constante, ele viajou à capital federal em busca de informações e recursos junto a deputados federais e ministérios.

Nessa oportunidade, Zicão reuniu-se com os deputados do PT(SP) Arlindo Chinaglia, líder do governo Dilma na Câmara, Devanir Ribeiro, Vicentinho  e Paulo Teixeira. Informados sobre a situação e sobre as necessidades urgentes em todos os setores de Riversul, que é um dos mais pobres do Estado de São Paulo, esses parlamentares orientaram Zicão e Ageu para formalizar reivindicações e projetos, e se comprometeram a auxiliar o município, com apresentação de emendas parlamentares para serem liberadas ainda neste ano.

No Ministério da Saúde foram recebidos por Carlos Jorge Martins, assessor do ministro Alexandre Padilha. Com ele, o prefeito Zicão se inteirou sobre os convênios já firmados pelo município com a União e sobre os que estão em andamento. Ele conversou também sobre a possibilidade do Ministério liberar mais recursos para a Saúde de Riversul. 

Ex-prefeito perdeu academias. Ainda com Carlos Jorge, Zicão  foi informado que o município havia perdido Academias ao Ar Livre, importantes equipamentos para atividades físicas e melhoria da saúde da população pelo fato do ex-prefeito não ter cumprido exigências simples do Ministério relacionadas  ao enviou de informações e documentação. Carlos Jorge disse que iria ver a possibilidade de reaver essa questão das academias.

No Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, Zicão e Ageu se reuniram com Leopoldo Jorge Alves Neto, assessor da ministra Tereza Campello, que informou aos dois sobre o andamento dos convênios dos programas sociais firmados por Riversul com aquele ministério. Neto solicitou para que Zicão desse atenção especial ao CRAS – Centro de Referência e Assistência Social, que “é a menina dos olhos da ministra Tereza Campello e da presidenta Dilma Rousseff, para atingir a plenitude do Brasil Sem Miséria.

No Ministério de Ciências e Tecnologia foram recebidos por Acioli Antonio de Olivo, assessor do ministro Marco Antonio Raupp.

Olivo informou que de acordo com os registros, Riversul poderia ter sido beneficiado com vários programas da pasta, mas que nenhum convênio foi assinado nos últimos 7 anos e dois meses por falta de atenção ou interesse do ex-prefeito e apresentou alguns programas de implantação rápida como o de Inclusão Digital e Social, e o da Cidade Digital (internet sem fio para todos).

Já no Ministério do Meio Ambiente, os dois se reuniram com Nelson Fernando da Costa Rebelo, assessor da ministra Izabella Teixeira. Rebelo informou sobre a disponibilidade de alguns projetos a Fundo Perdido que Riversul poderá se beneficiar.

Zicão e Ageu visitaram também os ministérios da Educação e o da Agricultura e Abastecimento.

Na próxima semana, Zicão e Ageu retornarão à Brasil para formalizar e dar continuidade a esses primeiros entendimentos, bem como para visitar outros ministérios. Ambos visitarão também o Congresso Nacional (Câmara e Senado Federal). 

Compartilhar

Notícias relacionadas