Prefeito de Taquarituba poderá concorrer ao 4º. mandato

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         O médico e prefeito de Taquarituba-SP Míderson Zanello Milleo, 55, deverá concorrer à reeleição neste ano. Ele está no 3º mandato e se o grupo do seu partido, o PSDB definir, concorrerá ao 4º. Mandato. O município tem 22.322 habitantes e uma área territorial de 447,09 km2.  Entrevistado pelo Itaponews na terça-feira, 10, Milleo falou que este mandato está sendo uma administração empreendedora e avançou nos pilares básicos de uma

administração pública, ou seja,  Saúde, Social, Educação e Geração de emprego e Renda, e na transformação urbanística, tornando a cidade mais harmônica.  

População parceira

Ele ressaltou que procurou melhorar a qualidade de vida da população, observando seus direitos e cobrando seus deveres em relação a Saneamento Básico, Meio Ambiente e Vigilância Sanitária. Conseguiu atingir 100% de água e esgoto tratado e instituiu a Coleta Seletiva. “Com o passar do tempo a população entendeu nossa maneira  e tornou-se nossa parceira, facilitando a administração. Isso ajudou a resgatar a autoestima  da população”, observa

Etec, usina de álcool e penitenciária

Miderson conseguiu a instalação da Etec no município, que além da população local beneficia também vários municípios da região, devido à quantidade de cursos técnicos oferecidos. Conseguiu também a instalação de uma grande cooperativa rural(Capal) e estão em andamento no município a construção de uma agroindústria, usina de álcool e açúcar, e uma penitenciária.

Sobre a penitenciária, observou: “Fomos contra, fizemos movimentos protestando mas fomos vencidos. Foi uma imposição do Estado, apesar do governo ser nosso amigo”, disse, comentando que apesar de tudo essa obra será boa para a economia local, pois gerará cerca de 300 empregos diretos. “É melhor ter do que não ter. Visitamos municípios que receberam penitenciárias e constamos que economicamente melhoraram. Itaí depois da penitenciária cresceu; Avaré cresce a cada penitenciária que recebe e é assim com todas”, explica, acrescentando que além do aumento de repasses o município recebe mais 300 moradias. “Lógico que gostaríamos de ter mais investimentos como a Etec e a usina. Mas, de onde eu conseguiria trazer para cá uma fábrica ou um investimento que gerasse 300 empregos diretos com os trabalhadores ganhando salários acima R$ 2 mil?”, justificou e questionou.

Apoio de Lourival Monaco

Para obter a Etec e outros benefícios do governo estadual,  disse que foi resultado de muito trabalho, muitos pedidos, reivindicações e da ajuda e do apoio do eng. agrônomo Lourival do Carmo Mônaco, citricultor em Taquarituba e ex-secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo. Monaco também  diretor-geral do Instituto Agronômico, de 1974 a 1979, presidente da Academia de Ciências de São Paulo, de 1981 a 1985, secretário-adjunto da STI (Secretaria de Desenvolvimento Industrial), do MIC (Ministério da Indústria e do Comércio, em 1983 e 1984, secretário da CNE (Comissão Nacional de Energia), em 1986 e 1990,  e  presidente da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), do Ministério da Ciência e da Tecnologia, em 1991.

Dificuldades na liberação de emendas federais

Sobre relacionamento com os governos, Milleo explicou que com o governado estadual não tem dificuldades, mas com o governo federal, por ser do PSDB, consequentemente, por questões políticas, está tendo dificuldades nas liberações de emendas parlamentares para o seu município, apresentadas por deputados principalmente do PSDB, as quais somadas passam de R$ 1 milhão. “Esperamos haja melhora com uma reforma ministerial. Eu espero uma mudança de tratamento em relação aos partidos que não façam parte da base do governo federal”, comentou.

Metas para o 4º mandato

Caso seja eleito para o próximo mandato, o 4º. , o prefeito taquaritubense antes fez um resumo dos seus mandatos anterios, os quais considera etapas: a 1ª. foi de restabelecimento das finanças e do crédito; a 2ª. foi de manutenção e preparação, para que na atual, a 3ª. fizesse recapeamento de ruas, urbanização, construção de escolas e creches e construção de postos de saúde.

Para um possível 4º. Mandato, ele diz que precisa melhorar a Saúde; a Segurança com o combate às drogas; Capacitação e geração de empregos; Fortalecimento cada vez mais no comércio local e a agricultura, e devido ao crescimento da cidade, vai trabalhar para obter mais moradias para a população.

Oposição na campanha

Na campanha eleitoral, sobre se vai ter oposição, Milleo disse que vai sim ter oposição pelo fato de estar à frente do município por vários mandatos. “Mas, estamos num estado democrático de direitos e é a população que vai sinalizar a sua vontade nas urnas”, prevê.

Médico e prefeito

  sobre conciliar as duas coisas, ele disse que apesar de difícil é gratificante. “A medicina é a minha vocação e apesar da sobrecarga – faço plantões, cuido dos pacientes internados, faço cirurgias e ainda atendo no meu consultório após o expediente na prefeitura”, finalizou.

Na eleição de 2008, pela coligação Taquarituba no Caminho Certo, com os partidos PDT, PTB, PMDB, PRP, DEM, PSB, PSDB, PP e PV ele concorreu com Anísio Gobbo(PPS), da coligação Mudança Já, que reunia os partidos PR, PSC, PPS e PT. Foi eleito com 7.560 votos(53,62%) contra 6.538 de Anísio Gobbo(46,38%).

Compartilhar

Notícias relacionadas