Prefeitos da AMVAPA se reúnem na cidade de Itaí

Prefeitos da AMVAPAPrefeitos, vice-prefeitos e presidentes de Câmaras municipais se reuniram na noite desta quinta-feira(6) na sede do Clube CERIPA em Itaí, para Assembleia Geral Extraordinária do Consórcio Intermunicipal do Alto Vale do Paranapanema – AMVAPA. O presidente do consórcio, prefeito de Taquarituba

Miderson Zanello Milléo, fez a abertura da reunião e na sequência a prefeita de Itaí, Célia Sakamoto, agradeceu a presença de todos no seu município.

Logo na abertura dos trabalhos, Wilson Nishimura, gerente do Escritório Regional do SEBRAE de Ourinhos, apresentou os produtos e serviços desenvolvidos pelo SEBRAE para os municípios pertencentes à AMVAPA.

Na sequência, entrou em pauta a Gestão da Iluminação Pública com Sustentabilidade e Qualidade de Energia, dando um destaque especial a transferência da iluminação pública das concessionárias para os municípios, na qual todos os prefeitos presentes decidiram em esperar pela reunião que acontecerá no dia 27 de junho com representantes da Secretaria de Energia e do Programa Desenvolve São Paulo, que dará suporte às prefeituras para cumprir as exigências da ANEEL.

Sobre a Gestão de Resíduos Sólidos (resíduos urbanos, industriais, construção civil, pneus, eletrônicos) ficou acertado que se iniciará no 2º semestre de 2013 uma capacitação com os interlocutores, via Secretaria do Meio Ambiente, para a elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Segundo informações da interlocutora de Itaí, Eliana Bérgamo, “o município de Itaí já tem o Plano, faltando apenas algumas atualizações”, disse ela.

Saúde – O presidente Miderson sugeriu que os municípios da AMVAPA criem um consórcio para realizar pregão eletrônico, podendo assim, comprar medicamentos, serviços e transportes de pacientes. Informou ainda que já se tem conhecimento de outros consórcios que estão apresentado resultados, e em alguns casos já conseguiram 48% de desconto na compra de medicamentos. (Com a Assessoria de Imprensa de Itaí)

Outro destaque durante a Assembléia foi sobre a implantação e aperfeiçoamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, em que os presentes reclamaram da dificuldade de se contratar médicos intervencionistas. (Com a assessoria de imprensa de Itaí)

Compartilhar

Notícias relacionadas