Prefeitura de Itaporanga inaugura obras e denominações no município

Presentes na solenidade de inagurações1Presentes na solenidade de inagurações2Presentes na solenidade de inagurações3

Nesta quinta-feira, 29 de dezembro, com a com a presença do prefeito, de vereadores, secretários, familiares dos homenageados, autoridades religiosas, e demais autoridades, a Prefeitura de Itaporanga, realizou inaugurações de obras e de atos de denominações de bairros, ruas e prédios públicos, que passam a levar nomes de pessoas que fizeram parte da história de Itaporanga.

Nessa solenidade, foi destacado que todos os projetos apresentados para as respectivas denominações foram aprovados por unanimidade dos vereadores.

Também foi ressaltado que a atual administração municipal, preocupada com o desenvolvimento de Itaporanga tem voltado sua atenção para a realização de obras e serviços que visam beneficiar a população, sempre buscando trabalhar de forma transparente e com bom uso do dinheiro público.

Sob o comando do prefeito Zé do Nute, a administração tem buscado junto às esferas governamentais, recursos financeiros para que novos investimentos aconteçam no município, para assim atender melhor a população. Ele vem apresentando sua forma de administrar e governar, com um estilo próprio, onde procura seguir os preceitos de um governo sério, transparente e que presta contas de seus atos à população. Procura sempre o diálogo e realiza planejamento, de forma que cada secretário municipal saiba antecipadamente das suas obrigações e seu compromisso com a administração pública.

“Acreditamos que desta maneira, compromissados, faremos o melhor pela administração pública municipal, e como consequência, ofereceremos melhores serviços à população. Outro fator importante que a atual administração vem implantando é que junto com as obras, procuramos dar nomes e reconhecer aqueles cidadãos e cidadãs que viveram em nosso meio e deixaram saudades e um legado junto a nossa querida Itaporanga”, observou o cerimonial.

Centro de Atendimento Municipal da Saúde “Antonio Rodrigues de Paula – Toninho da Farmácia”

 

1 – Novo Centro de Saúde – Essa nova unidade de Saúde, por indicação do vereador e presidente da Câmara Municipal Manoel Donizete Pereira, regulamentada pela lei municipal 2073/2011, passa a chamar-se Centro de Atendimento Municipal da Saúde “Antonio Rodrigues de Paula – Toninho da Farmácia”.
Essa nova edificação tem o objetivo de atendimento ao setor de Saúde, visando um melhor atendimento, com maior agilidade e conforto para a população. Nesse local passa a funcionar também a farmácia municipal, salas de fisioterapia, transporte da Saúde, agendamento de consultas, o Programa Viva-Leite e futuramente o SAMU.

Sobre o homenageado ANTONIO RODRIGUES DE PAULA – Conhecido popularmente como Toninho da Farmácia, teve ao longo de sua vida o trabalho de servir os enfermos. Ainda muito jovem iniciou trabalhando na farmácia do Joaquinzinho, depois na farmácia de Nosor Orlando de Oliveira e em 1982 montou a sua própria farmácia. Faleceu em 10 de fevereiro de 2009.

Filho de Pedro Rodrigues de Paula (Pedro Branco) e de Laurinda Antunes, Toninho nasceu em 30 de janeiro de 1953 e casou-se com Ana Maria Gabriel de Paula, com quem  teve os filhos Fernando Rodrigues de Paula, Felipe Rodrigues de Paula e Antonio Rodrigues de Paula Junior. São suas noras, Bruna Machado e Juliana Proença.  Seus netos: Anielly, Ana Clara e João Felipe.

 

Bairro Prefeito João Batista Camargo de Oliveira

2 – O Jardim Bela Vista I e II, por indicação do vereador Hudson Torigoe de Moura, transformada pela lei municipal 2.049/2011 passa a chamar-se “Bairro Prefeito João Batista Camargo de Oliveira”

Sobre o homenageado  JOÃO BATISTA CAMARGO DE OLIVEIRA

Nascido em Itaporanga em 19 de novembro de era casado com Judith Fiuza de Carvalho Oliveira, com quem teve os filhos Suzete de Carvalho Camargo Souza, Vagner de Carvalho Camargo, Alex de Carvalho Camargo, Suzana de Carvalho Camargo Leite e Sumara Camargo Carvalho Mendes.

Desde muito jovem teve a personalidade de empreendedor. Foi prefeito em dois mandatos. O 1º. Foi de 1964 a 1968, quando construiu escolas, rede de esgotos, rede de água, realizou calçamento e calçadas em várias ruas. Foi o idealizador e construtor da Praça João Abdallah.

Passados quinze anos, foi eleito e assumiu novamente a Prefeitura para o mandato de 1983 a 1989, dando continuidade nos trabalhos de reforma de escolas, pavimentação de ruas e melhorando consideravelmente a infraestrutura da cidade. Com estilo sério de governar, preocupou-se muito com as finanças da Prefeitura, o que, numa avaliação, além de construir obras, foi o que mais se destacou na forma de administrar Itaporanga, com simplicidade de vida e perseverança na luta pelo desenvolvimento do município.

Bairro Vereador Pedro Julioli

3 – Bairro do Arvão passa a denominar-se “Bairro Vereador Pedro Julioli”

Por indicação dos vereadores Suzana Briene de Camargo Silva, Belarmino Debastiani Neto e Carlos da Silva. Lei municipal 2.117/2010

Sobre o homenageado PEDRO JULIOLI

Nasceu em Itaporanga em 31 de janeiro de 1916 e faleceu em 19 de abril de 1998, com 83 anos. Foi casado com Maria Rodrigues Julioli com quem teve nove filhos: Teresa Julioli de Souza, Hilda Julioli Michetti, Rosa Julioli Belutti, Ferdinando Julioli, Estela Julioli de Souza, Maria de Lourdes Julioli Silva, Helena Julioli de Oliveira, Pedro Julioli Filho e Fátima Julioli Lúcio.
Pedreiro de profissão, trabalhou na construção do Mosteiro Nossa Senhora da Santa Cruz, O.Cist., construiu várias escolas municipais rurais, construiu a Sede da Congreção Mariana, foi congregado e presidente por vários anos.

Foi também vereador de 1972 a 1976, no mandato do prefeito José Gurgel Mendes.

Bairro Eduardo Mazur

4 – O Bairro Parque das Nações passa a denominar-se Bairro Eduardo Mazur, por indicação dos vereadores Belarmino Debastiani Neto e Carlos Silva. Lei municipal 2.123/2010.

Sobre o homenageado EDUARDO MAZUR

Nascido em 27 de abril, em Santa Catarina. Era filho de imigrantes poloneses. Mudou-se para Itaporanga, onde casou-se com a itaporanguense Honória Trindade Mazur. Faleceu em Itaporanga em 10 de fevereiro, deixando esposa e filhos.

Eduardo Mazur trabalhou por muito tempo como fotógrafo, foi barbeiro, lavrador e funcionário da Prefeitura Municipal na construção da ponte do Bairro Rio Verde.
Com seu trabalho, adquiriu as terras onde hoje é o Parque das Nações que passa a ser chamado de Bairro Eduardo Mazur

Vila Antonio Campina

5 – Bairro Lava-Pés passa a denominar-se de Vila Antonio Campina, por indicação do vereador Carlos Silva. Lei municipal 2.045/2011.
   
Sobre o homenageado ANTONIO CAMPINA

Nasceu em 03 de dezembro de 1935 na cidade de Itapetininga-sp, era filho de Marcílio Campina e Catarina das Dores Campina. Aos 15 anos mudou-se para Itaporanga onde passou a residir no Bairro Santo Antonio. Levou uma vida simples e honesta. Casou-se com 20 anos com Aparecida Soares Campina. Mudaram-se para o Bairro Pinga-Fogo onde viveram por 33 anos e posteriormente para uma chácara no Bairro Lava-Pés, por mais 21 anos até falecer em 05 de novembro de 2009, aos 74 anos, deixando 9 filhos, 18 netos e 6 bisnetos.

 

Vila Padre David Kneuttinger

6 – Vila dos Padres passa a denominar-se Vila Padre David Kneuttinger, por indicação do vereador Maurício Chueri Gurgel. Lei 2.081/2011.

Sobre o homenageado PADRE DAVID KNEUTTINGER

Nascido Kneuttinger Franz, em 25 de novembro de 1915 na Alemanha Oriental, e faleceu no Mosteiro de Itaporanga-SP em 23.08.2010. Era filho de Alfons Kneuttinger e de Elisabeth Rosalia Dorothea Kneuttinger.
Em sua juventude serviu ao exército alemão, chagando a participar da 2ª. Guerra Mundial como soldado na África, caindo prisioneiro dos EUA e libertado em outubro de 1945, com o final do conflito.

Graduou-se engenheiro agrônomo. Em 1950 embarca para o Brasil, e logo na chegada a providência Divina o coloca em contato com o mosteiro de Itaporanga, com o então veterano da 1ª. Guerra Mundial, o abade Dom Atanásio Merkle. Em Itaporanga, seguiu vida monástica ordenando-se padre, com nome de David Kneuttinger.

Sempre se mostrou atento e solícito para com o próximo, agindo com compreensão e misericórdia. Deu particular atenção aos doentes, visitando-os sempre com uma palavra amiga e uma benção.

Creche Municipal Professora Maria José Augusto

Maria José Augusto7 – Creche do Rio Verde passa a denominar-se Creche Municipal Professora Maria José Augusto. Indicação do vereador Carlos Silva. Lei municipal 2.068/2011

Sobre a homenageada MARIA JOSÉ AUGUSTO

Nascida em 20 de dezembro de 1949, foi professora de 1ª série desde o ano de 1979. Por suas mãos passaram muitas crianças hoje adultas. Lecionou nos bairros rurais Tijuco Preto, Bairro da Onça e Bairro dos Silvas.
Depois, lecionou na EE Epitácio Pessoa, onde se aposentou. Quando faleceu, em 16 de julho de 1999, lecionava no Colégio Objetivo.

Casa do Pequeno Aprendiz “Professora Josélia Aparecida Rosolen Vilela”

8 – Prédio da Casa do Pequeno Aprendiz passa a denominar-se de Casa do Pequeno Aprendiz “Professora Josélia Aparecida Rosolen Vilela. Indicação do vereador Carlos da Silva. Lei 2077/2011

Sobre a homenageada Josélia Aparecida Rosolen Vilela

Era filha de Pedro Batista Rosolen e Maria Aparecida Machado Rosolen. Casada com Roberto Geraldo Moraes Vilela, com quem teve as filhas Natieli Louise Rosolen Vilela e Nicole Louise Rosolen Vilela. Atuou por muito tempo no Projeto Pequeno Aprendiz e foi também professora do Pré I na Creche Municipal Criança Feliz Professora Sandra Regina Pires, até outubro de 2010, quando se afastou para tratamento de saúde. Faleceu em 11/12/2010.

Ponte João Batista Amaral

9 – Ponte do Cruzeirão recebe denominação de Ponte João Batista Amaral. Indicação do vereador Carlos da Silva. Lei 2.082/2011

João Batista do Amaral nasceu em 4 de março de 1925 e faleceu em 4 de janeiro de 2004. Era casado com Aparecida de Almeida Amaral com quem teve 9 filhos. Foi agricultor a vida inteira e pessoa muito estimada no Bairro Cruzeirão.

Ponte Sebastião Brizola

10 – Ponte da Vila Antonio Campina (ex-Lava-Pés) passa a denominar-se de Ponte Sebastião Brizola. Indicação do vereador Carlos da Silva. Lei 2.058/2011

Sobre o homenageado Sebastião Brizola.
Nasceu em Itaporanga em 27 de janeiro de 1942 e faleceu em 11 de novembro de 2005. Foi casado com Maria Nunes Brizola, com quem teve 10 filhos. Foi agricultor e morou no Lava-Pés por cerca de 35 anos.

Ponte Ermínio Belutti

11 – Ponte do Cruzeirinho passa a denominar-se Ponte Ermínio Belutti.
Indicação do vereador Sebastião Nogueira de Castilho. Lei 2.059/2011.

Sobre o homenageado

Ermínio Belutti, de tradicional família itaporanguense foi agricultor por muito tempo no Bairro Cruzeirinho, onde tinha propriedade. Era filho de Honorato Belutti e Amélia Sávio Belutti. Casado com Orga Padula Belutti, teve as filhas Zenaide Belutti, Luciane Belutti e Camila Padula Belutti.

Praça Julio Gastardelli – Julietão

12 – Praça do Jardim Bela Vista passa a denominar-se de Praça Julio Gastardelli – Julietão. Indicação do vereador Maurício Chueri Gurgel. Lei 2.090/2011

Sobre o homenageado – Julio Gastardelli, popularmente conhecido por Julietão, prestou grandes serviços ao município como vice-prefeito no mandato de Rafael Vita. Foi também delegado de Polícia nomeado. Como vice-prefeito foi o principal articulador junto ao Governo do Estado para a construção da ponte sobre o Rio Itararé, na estrada para Santana, interligando SP com o PR.
Casado com Alzira Martinelli Gastardelli, teve três filhos: Elizete, Irani e Ângelo Renê Gastardelli. Faleceu em 26 de dezembro de 2010, aos 96 anos.

Rua Eduardo Alexandre Monteiro

13 – Rua do Lava-Pés passa a denominar-se Rua Eduardo Alexandre Monteiro.
Indicação do vereador Carlos da Silva. Lei municipal 2.046/2011
Sobre o homenageado – Eduardo Alexandre Monteiro nasceu em Itaporanga, em 1901 e faleceu em 30 de outubro de 1988. Casou-se com Rosalina Petriaggi em 11 de junho de 1921. Teve 9 filhos, foi lavrador e também inspetor de quarteirão no Bairro Rio Verde, nomeado 1º. Suplente em 27 de junho de 1955.  por Nestor de Paula Fagundes

Compartilhar

Notícias relacionadas