Premiação do Concurso do Inventor Rural marca final da 8ª Agrifam

Irmãos de Minas Gerais levam 1º e 3º lugares na categoria principal – A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de São Paulo (Fetaesp), realizou mais uma vez na Agrifam, Feira da Agricultura Familiar e Trabalho Rural, o Concurso do Inventor Rural, que premia a criatividade dos inventos de trabalhadores rurais de todo o Estado e País.

 As demonstrações aconteceram nos três dias da Feira e a premiação marcou o final da 8ª edição da Agrifam, ocorrida às 16h do dia 06 de agosto. Foram 28 participantes apresentando 31 inventos nas categorias Trabalhador Rural e Incentivo à Pesquisa.


Em uma Feira voltada à agricultura familiar, dois irmãos agricultores de Limeira D’Oeste, de Minas Gerais, foram os ganhadores na categoria Inventor Rural: Eterno Donizete de Souza faturou a primeira colocação e o prêmio de R$ 2 mil, com o Carregador de Bateria com Compressor, enquanto Romário Matias de Souza ficou com o terceiro lugar e o prêmio de R$ 1 mil, apresentando o Ralador Elétrico de Milho e Mandioca. A segunda colocação foi para a Boia Elétrica de Baixo Custo, criação de Rogério Zanardi Barbosa, um jovem inventor de Garça, interior paulista, que faturou R$ 1,5 mil.

Já na categoria Incentivo à Pesquisa, os vencedores foram: em primeiro lugar, Rafael Fernandes Lambert, de São Paulo, com o Conversor de Energia para Ferramentas; na segunda posição, Vicente dos Santos Coimbra, de Bauru, se destacou com o Mobiliário Galpão. E o terceiro lugar ficou com Mário Kawano, também de São Paulo, que apresentou o Aquecedor Solar Social. Tanto os três primeiros inventores da categoria Trabalhador Rural quanto os demais colocados na categoria Incentivo à Pesquisa receberam menções honrosas. Também foram entregues certificados a todos os participantes.

Braz Albertini, presidente da Fetaesp e idealizador do concurso, se entusiasma com as criações a cada nova edição. “Sempre há novas criações e adaptações que facilitam a atividade do produtor rural, e até mesmo inovações inusitadas que despertam a atenção do visitante da Feira, que pode levar esse conhecimento e começar a aplica-lo em sua propriedade”, diz. 

 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas