Riversul 66 anos: festividades do aniversário e final de ano começam neste sábado (28) e vão até terça-feira (31)

Veja também a história do municípios, a relação de ex-prefeitos e um vídeo do prefeito Guilherme convidando todos para a festa – Para comemorar o aniversário de 66 anos de emancipação político-administrativa do município de Riversul-SP, a administração do prefeito José Guilherme Gomes junto com vice-prefeito Marcos Roberto dos Santos elaborou uma agenda festiva, com vários eventos atrativos, como shows musicais todos os dias e parque de diversões gratuito para a população.

Serão 4 dias de festas, e os shows acontecerão na estrutura de palco, tendas e praça de alimentação instaladas no final da Avenida Sebastião Lúcio Martins, junto do Estádio Municipal Municipal Isaías Pereira Guimarães.

O prefeito Guilherme Gomes convida a todos para essas comemorações do aniversário da cidade e da Festa da Virada.

Abrindo as festividades neste sábado (28), ocorre o show da cantora Suellen Santos; no domingo (29) show com a Banda New York; na segunda-feira (30), show com Gaúcho da Fronteira; e na terça-feira (31), show com André Melo e Só Vanera.

A atual Câmara Municipal do Vereadores é composta por:

Israel Mateus de Almeida (presidente), Edison Antonio Ricardo (vice-presidente), Luiz Carlos de Almeida (secretário), João Carlos de Almeida, Aguinaldo Irineu Fernandes Armelim, Regiane Marcela Secco, Amarildo Martilho Quirino, Jean Carlos Simões Vieira, Osni Correa Machado.

História

Riversul é uma abreviação do antigo nome da cidade, que era Ribeirão Vermelho do Sul. A abreviação foi oportuna porque já existia no Estado da Bahia uma cidade com o nome de Ribeirão Vermelho do Sul , e outras com nomes semelhantes como Ribeirão Vermelho, no Estado de Minas Gerais e Ribeirão do Sul, no Estado de SP.

No dia 16 de abril de 1980, na gestão do ex-prefeito Aparecido Barbosa, a cidade foi rebatizada como Riversul.

A cidade surgiu a partir da Capela dos Fróes, passando a Ribeirão Vermelho do Sul e posteriormente, Riversul.

Fundadores – Os mineiros, Joaquim da Silva Bueno e José Ignácio Fróes foram os primeiros a se estabelecerem na região, iniciando, por volta de 1885, as primeiras lavouras. O pequeno povoado chamado Capela do Fróes, nasceu em torno da Capela dedicada a São Bom Jesus, construída pelos fundadores.

A área de terras para a formação do Patrimônio, foi doada por Joaquim da Silva Bueno.

Dentre os novos moradores, destacou-se o Sr. Processo Martimiano que, além de benfeitorias que implantou, conseguiu a criação do Distrito de Paz, em 1894, com o nome de Ribeirão Vermelho, devido ao Ribeirão que banha a localidade.

Na década de 1920, ocorreu grande desenvolvimento das lavouras locais e conseqüente aumento da população. Com isso, em 1924 a localidade passou de Distrito de Paz para município de Ribeirão Vermelho.

Porém, dez anos depois houve uma diminuição da população causada por um êxodo dos agricultores para a região do Noroeste Paulista e diante disso voltou à categoria de Distrito de Paz,

A categoria de Município, somente foi restaurada em 1953

Em 1944, devido a localidades de idêntico nome, Ribeirão Vermelho foi acrescentado a partícula “do Sul”, sendo alterado para Riversul, em 1980, atendendo solicitação dos moradores locais, no mandato do prefeito Aparecido Barbosa. Gentílico: Riversulense (Com a wikipedia)

Ex-prefeitos

Vicente de Paula Garcia, de 01/01/2013 a 31/12/2016,
José Aparecido Gomes, de 24/02/2012 a 31/12/2012,
Marcelino José Biglia, de 01/01/2009 a 23/02/2012,
Marcelino José Biglia, de 01/01/2005 a 31/12/2008,
Rubens Rabelo da Silva, de 01/01/2001 a 31/12/2004,
Luiz Flávio de Almeida – 09/05/2000 a 31/12/2000,
Carlos Cezar Diniz, de 01/01/1997 a 08/09/2000,
Nilson Lopes – PMDB, de 01/01/1993 a 31/12/1996,
Rubens Rabelo da Silva – de 01/01/1989 a 31/12/1992,
Nilson Lopes – de 01/02/1983 a 31/12/1988,
Aparecido Barbosa -01/02/1977 a 31/01/1983,
José Rabelo da Silva – 01/02/1973 a 31/01/1977,
Vicente Camargo dos Santos – de 01/02/1970 a 31/01/1973,
Antonio Bortoletto -01/01/1967 a 31/01/1970,
José Aparecido Gonçalves – de 01/01/1963 a 31/12/1966,
José Ferreira Filho – 01/01/1959 a 31/12/1962,
Aparecido Lúcio Martins – 01/01/1955 a 31/12/1958

Compartilhar

Notícias relacionadas