Rodoviária de Botucatu, remodelada é entregue à população

Vinte e dois anos após sua inauguração, o Terminal Rodoviário “Dr. Carlos Alberto Melluso” está de visual novo e muito mais moderno. No final da tarde da última sexta-feira (25) um evento organizado pela Prefeitura de Botucatu marcou a entrega oficial das obras de remodelação realizadas no local, que chega a receber diariamente cerca de mil usuários do transporte coletivo rodoviário, urbano e suburbano.

De acordo com a Secretaria Municipal de Administração, responsável pela gestão do terminal, foram gastos R$ 859.511,00 na sua modernização. Inúmeras foram as melhorias executadas para oferecer mais conforto e segurança para os usuários.

A reforma contemplou toda a estrutura do Terminal, desde pintura, reorganização dos guichês e do trânsito à frente do prédio, construção de novos sanitários com acessibilidade para pessoas com deficiência, fraldário no banheiro feminino, reforma da lanchonete, colocação de novos postes de iluminação ao redor das ruas, das plataformas e dos bolsões de estacionamento, instalação de 3 mil metros de forro em PVC, reforma de toda parte elétrica, além de substituição de todo o piso de granilite e colocação do mesmo material nas plataformas, que eram de cimento.

O local ainda ganhou sala para taxistas, sala para Guarda Municipal com posto 24 horas, monitoramento com 12 câmeras, sistema de PABX com atendimento digital, internet wi-fi gratuita por duas horas, Posto de Informações Turísticas (PIT), Casa do Artesão, Banco 24 horas, bicicletário e nova sinalização interna e externa.

Contando com dez plataformas e modernos guichês, importantes empresas operam no Terminal Rodoviário de Botucatu: Viação Andorinha, Caprioli, Expresso de Prata, Osastur, Auto Ônibus Botucatu, Vale do Tietê, Rápido Fênix, Viação Piracema, Viação Santa Cruz e Viação São Jorge.

Serviço público de qualidade – Ver o Terminal Rodoviário totalmente remodelado emocionou Carlos Alberto Melluso Filho, promotor e filho daquele que dá nome ao espaço público. “Lembro-me dos primeiros finais de semana que vinhamos para Botucatu, que recebeu muitíssimo bem nossa família, principalmente meu pai, que tratava as pessoas sempre num mesmo patamar de igualdade. Por isso só temos a agradecer essa belíssima homenagem”, discursou Melluso Filho, que descerrou a placa de homenagem ao pai colocada na entrada da Rodoviária.

O secretário da Administração, Luiz Augusto Felippe, lembrou que o momento se revestia de grande importância para o Município uma vez que o Terminal havia sido construído pelo ex-prefeito Jamil Cury e sua remodelação é entregue pelo filho e atual prefeito João Cury Neto.  “O que o pai inaugurou, o filho melhorou e muito. Hoje a Rodoviária de Botucatu tem recebido elogios dos usuários e até dos donos das empresas que prestam serviço de transporte rodoviário. Eles afirmam categoricamente que o Terminal Rodoviário de Botucatu é uma das melhores do País”, destaca.

O prefeito João Cury fez questão de lembrar que o projeto foi elaborado pela gestão passada, mas teve que passar por uma série de adaptações para atender o fluxo de embarque e desembarque.
“Em 1988, quando meu pai inaugurou a Rodoviária, as necessidades eram outras. Hoje tivemos que colocar mais dinheiro para instalar, por exemplo, forro no teto porque as reclamações das sujeiras deixadas pelos pombos no saguão da Rodoviária eram constantes. Hoje o Terminal tem porta automática, vidros blindex na frente e nas laterais para evitar correntes de ar muito fortes que incomodavam os usuários. Instalamos uma base da GCM com monitoramento 24 horas e o resultado desse investimento é ver que nenhuma ocorrência foi registrada na Rodoviária nos últimos seis meses”, lembrou o prefeito, que continuou: “Ver um espaço como este funcionando desta maneira nos dá muito orgulho, mas não podemos esquecer do esforço diário dos servidores públicos que trabalham para manter a Rodoviária o que ela é atualmente, um local sinônimo de limpeza, segurança e que oferece serviços de qualidade à população”.

TV Prefeitura – No mesmo dia de entrega do Terminal Rodoviário foi apresentada a “TV Prefeitura”, um projeto piloto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Comunicação que consiste em exibir, através de um monitor, uma programação fechada que inclui notícias, projetos desenvolvidos pela Prefeitura, campanhas de caráter educativo e prestação de serviços voltadas ao cidadão, ao contribuinte e ao turista que chega à Cidade.
“Escolhemos a Rodoviária justamente por ela ser modelo de conforto e eficiência de serviço público de qualidade. Este projeto dará ainda mais transparência aos atos da Prefeitura, levando sempre informação ao contribuinte e ao turista”, salientou o secretário de Comunicação do Executivo Municipal, Carlos Alberto Pessoa.

História – O Terminal Rodoviário “Dr. Carlos Alberto Melluso”, inaugurado em novembro de 1988, pelo então prefeito Jamil Cury, foi um marco para o desenvolvimento de Botucatu. Construído no prazo de um ano, era uma aspiração popular desde o final da década de 1950, quando Botucatu começou a receber as primeiras viagens rodoviárias até São Paulo.

Para a construção do Terminal Rodoviário, foi urbanizada uma área de 36.000 metros quadrados na região central da cidade. A obra também permitiu a reorganização do trânsito na região da “Baixada” e concentrou as linhas rodoviárias em funcionamento, que estavam dispersas em vários pontos.

Depois de 22 anos, esse sonho dos botucatuenses ganha contornos mais modernos. Hoje a rodoviária atende a todos os quesitos de acessibilidade para deficientes, conta com mais empresas de ônibus, 120 assentos para os usuários, segurança 24 horas e diversos serviços à disposição do grande público que por ali circula diariamente.
Serviço
Terminal Rodoviário de Botucatu
Rua Tiradentes
Vila Carolina (região Central)
Telefone: 3882-0449
Da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Botucatu-SP

Compartilhar

Notícias relacionadas