Rumo ao 5º mandato, Giriboni é oficialmente candidato a deputado estadual

Com histórico de grandes serviços prestados e grande batalhador pelos municípios das regiões Sudoeste e Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo, o deputado Edson Giriboni (União Brasil) acaba de oficializar a sua candidatura a uma vaga à Assembleia Legislativa paulista, nas eleições de 2 de outubro próximo, para continuar auxiliando o estado e os municípios dessas regiões.

Biografia

Edson Giriboni nasceu em Itapetininga, interior de São Paulo. Formado em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e em Administração de Empresas pela Associação de Ensino de Itapetininga (AEI), com cursos de especialização na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Em 1977, começou a trabalhar na FEPASA. Entrou para a vida pública em 1989, eleito vice-prefeito de Itapetininga, cargo que voltou a ocupar de 2001 a 2004.

Nas eleições de 2006, foi eleito deputado estadual pelo Partido Verde (PV), quando fez um diagnóstico dos 45 municípios da Região Sudeste do Estado, culminando com o relatório intitulado “Estudo do Perfil Socioeconômico das Regiões Administrativas do Estado de São Paulo”.

Em 2010, reeleito deputado estadual, foi convidado pelo então governador Geraldo Alckmin para ser secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, cargo que ocupou até 2014.

Nesse mesmo ano, foi reeleito para seu terceiro mandato de deputado com 105.969 votos. Em 2018, ficou como primeiro suplente e voltou à Assembleia em janeiro de 2021 para representar, principalmente, a região de Itapetininga e o Vale do Ribeira.

Em abril de 2022, Edson Giriboni, foi indicado pelo seu partido (União Brasil) para fazer parte da mais importante comissão da Assembleia Legislativa, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Nas eleições de 2006, foi eleito deputado estadual pelo Partido Verde (PV), quando fez um diagnóstico dos 45 municípios da Região Sudeste do Estado, culminando com o relatório intitulado “Estudo do Perfil Socioeconômico das Regiões Administrativas do Estado de São Paulo”.

Em 2010, reeleito deputado estadual, foi convidado pelo então governador Geraldo Alckmin para ser secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, cargo que ocupou até 2014.

Neste mesmo ano, foi reeleito para seu terceiro mandato de deputado com 105.969 votos. Em 2018, ficou como primeiro suplente e voltou à Assembleia em janeiro de 2021 para representar, principalmente, a região de Itapetininga e o Vale do Ribeira.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments