Samu de Botucatu já atendeu mais de 1.500 ocorrências

Secretário Antonio Luiz Caldas Júnior, secretário de Saúde de BotucatuO Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) completa neste mês de outubro três meses de atuação em Botucatu. Até o dia 20 passado já haviam sido registradas mais de 1.500 ocorrências. Neste mês, o Fantástico abordou o sucateamento de 1.200 ambulâncias que estão sem uso no País.

De  acordo com Antonio Luiz Caldas Júnior, secretário de Saúde de Botucatu e José Martins de Souza Neto, enermeiro e coordenador, Botucatu tem recebido elogios do Ministério da Saúde. Em três meses, pelo menos 17 procedimentos em casos de Acidente Vascular Encefálico (AVE) foram revertidos por equipes de enfermeiros e médicos do Samu, que tem chegado até o local onde se encontra a vítima no tempo médio de 12 minutos.

O Ministério da Saúde recomenda que o tempo entre a ligação para o 192 e a chegada ao hospital seja de 15 minutos. Na Grande São Paulo, por exemplo, que conta com mais de 160 viaturas, esse deslocamento do Samu até o local do acidente chega a ultrapassar duas horas.

Compartilhar

Notícias relacionadas