Santa Casa de Itapeva pode aumentar atendimento.

O deputado estadual Dr. Ulysses(PV), junto com o prefeito de Itapeva, Luiz Cavani, o secretário municipal de Saúde, Marco André D’Oliveira e o superintendente da Santa Casa, Aristeu de Almeida Camargo Filho, deram o primeiro passo com uma reunião em Sorocaba com o diretor técnico do Departamento regional de Saúde, João Márcio Garcia. A regional de saúde de Sorocaba cuida de 48 municípios, que juntos, somam 1 milhão 674 mil habitantes.


 
Na reunião foram apresentadas as necessidades da Santa Casa de Itapeva para ampliar o atendimento médico na região. O Dr. Ulisses, com os demais participantes pediram o aumento do teto financeiro. Hoje, o hospital atende mais gente do que poderia. Isso ocorre porque o Ministério da Saúde estipula, de acordo com dados populacionais da região, o quanto de dinheiro se pode gastar em cada unidade de saúde. “Se gastar mais, não se recebe. É isso que está acontecendo em Itapeva e não tem como não atender a população”, afirmou o deputado. 

Na região de Itapeva existem 15 municípios. A diferença entre o gasto pela Santa Casa com atendimento e o que a União repassa em dinheiro, já acumula um saldo de R$ 4 milhões. Por isso, o superintendente do hospital, Aristeu de Almeida Camargo Filho, declarou que o teto financeiro é incompatível com a demanda. Ele afirmou ainda que o histórico de atendimentos do município justifica o aumento do teto financeiro para que a Santa Casa continue atendendo a população sem as restrições.

Durante a audiência, os representantes de Itapeva também pediram ao diretor da regional de saúde, autorização para implantar a alta complexidade em cirurgia ortopédica e o tratamento de pacientes com câncer. As negociações estão sendo feitas e o espaço construído para que a proposta se viabilize o mais rápido possível, afirmou Aristeu. Outros dois pontos também foram discutidos: recursos para a reforma da ala antiga do hospital e equipamentos para o centro cirúrgico.

O secretário municipal de Saúde, Marco André D’Oliveira saiu otimista da audiência: “Eu saio contente e acho que vamos ter uma solução nos próximos 30 dias”. Segundo o Doutor Ulysses, uma audiência com o secretário estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, será marcada pelo diretor da regional, doutor João Márcio Garcia. “A gente pediu empenho para que fosse marcado, se possível, ainda para abril”, disse o deputado.  

Para o prefeito Luiz Cavani, depois de conseguir o aval do Estado, a próxima etapa será convencer o governo federal. “Nós temos que lembrar que a nossa gestão de saúde é plena e sendo plena, ela é tripartite. Participa o Município, o Estado e a União” declarou o prefeito. (Da Assessoria de Imprensa do deputado Dr. Ulisses) 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas