Secretário de Desenvolvimento visita Botucatu e destina R$ 6 milhões para esta região

Em visita feita no último dia 19 a Botucatu, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Paulo Alexandre Barbosa(a direita da foto), anunciou investimentos que somam mais de R$ 6 milhões em recursos para a região. Deste montante, $ 4 milhões serão destinados para 

complementar as obras de construção do Parque Tecnológico de Botucatu.


O empreendimento está em fase avançada de infraestrutura, que inclui a construção da portaria, alambrado, ruas asfaltadas, guias, sarjetas, calçadas, instalações elétricas, iluminação, rede de água, esgoto e águas pluviais. O Parque terá duas áreas paralelas que somam 286 mil m² na Rodovia Gastão Dal Farra, a três quilômetros da Rodovia João Hipólito Martins (SP-209) – que liga a Rodovia Castelo Branco a Botucatu, próximo da Faculdade de Tecnologia Estadual (Fatec) do Centro Paula Souza, do Aeroporto Estadual Tancredo Neves e da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer).

 
O local será voltado ao desenvolvimento de novos produtos e serviços nas áreas de bioprocessos, meio ambiente, produtos florestais, produtos naturais da fauna e da flora, tecnologias sociais e logística. Com a liberação dos recursos, chega a R$ 9 milhões o total já investido pelo Governo de São Paulo na primeira etapa do projeto, que prevê a construção do núcleo administrativo, com 1.274 m². O prédio contará com salas de treinamento, instalações para coordenadoria, contabilidade, compras, manutenção e sala de espera, além de recepção, copa, sanitários, área de atendimento, hall, centro de exposições e anfiteatro. As obras na sua totalidade deverão ser entregues em 2012.

Na oportunidade, o secretário também confirmou a disponibilização de 966 vagas, divididas em 22 cursos de qualificação para 25 municípios da região. Botucatu foi contemplada com 96 vagas para os cursos de Modelagem Industrial Básica; Noções Básicas de Chapeamento Aeronáutico; Operador de Máquinas Reta e Overloque; e Soldador Básico [veja demais vagas para a região abaixo]. Os cursos fazem parte do programa “Via Rápida”, lançado em julho deste ano pelo Governo do Estado com o intuito de capacitar gratuitamente a população que está em busca de oportunidade de emprego.

Através dele, os alunos recebem material didático e subsídio de transporte no valor de R$ 120. Os desempregados, sem seguro-desemprego ou benefício previdenciário, também têm direito à bolsa-auxílio mensal de R$ 210 durante o curso, podendo receber o total de R$ 330. As primeiras turmas deverão começar a ser formadas no final deste mês de agosto e s inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, através do site do Via Rápida [www.viarapida.sp.gov.br].

Desenvolvimento regional – Estes e outros anúncios para cidades da região foram feitos durante primeira edição do Acelera São Paulo – Encontros para o Desenvolvimento Regional -, que ocorreu na Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Unesp), que contou com a presença do prefeito de Botucatu, João Cury Neto.

Por intermédio do Programa de Fomento ao Desenvolvimento Regional, também foi assinado protocolo de intenções com os municípios que integram o consórcio Polo Cuesta (Anhembi, Areiópolis, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga, Paranapanema, Pardinho, Pratânia e São Manoel) para a realização do Plano Regional de Desenvolvimento Turístico. O projeto será financiado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, que destinará R$ 294 mil para a realização dos estudos, com o objetivo de definir estratégias para o desenvolvimento integrado das atividades turísticas na região.

Durante a solenidade, o secretário de Desenvolvimento do Estado ainda sinalizou o início dos estudos para a criação de uma Agência de Desenvolvimento Regional, que teria a função de levantar as necessidades e potencialidades econômicas de cada município além de viabilizar treinamentos e financiamentos para o aperfeiçoamento dos processos produtivos da região.

Mais emprego e riqueza – O prefeito João Cury comemorou os novos investimentos em parceria com o Governo do Estado para Botucatu e região. “Temos um potencial enorme na área de pesquisa por conta da Unesp e o Parque Tecnológico irá explorar essa competência, para transformarmos inovação em produto. Isso irá gerar riqueza, oportunidades de emprego e progresso ao nosso Município. Se confirmada, essa Agência de Desenvolvimento também ajudará a nortear os investimentos em nossa região, que tem tudo para crescer como um todo, de mãos dadas com o Governo Estadual”, comenta.

Paulo Alexandre Barbosa ressaltou que o compromisso do Governo do Estado é beneficiar, de alguma maneira, todos os cidadãos de São Paulo e que isso está estreitamente ligado ao desenvolvimento das cidades. Ele ainda afirmou que Botucatu tem privilégio em possuir, além de dois campi da Unesp, uma excelente Escola Técnica (Etec) e Faculdade de Tecnologia (Fatec), que qualificam e encaminham centenas de pessoas todos os anos ao mercado de trabalho, com alto índice de empregabilidade.

“Os Parque Tecnológicos tem esse objetivo, de unir atores que são essenciais para o desenvolvimento regional como o poder público local, a iniciativa privada e as universidades. Das 30 iniciativas de Parque Tecnológicos no Estado, 19 estão credenciadas e Botucatu é onde encontramos o estágio mais avançado. Temos grande expectativa que Botucatu possa ser grande exemplo no que se refere a Parque Tecnológico”, elogiou.

“Já os cursos do Via Rápida são voltados especialmente àqueles que possuem baixa escolaridade e infelizmente o desemprego está cada vez mais presente nas famílias com maior vulnerabilidade social. São cursos de um a três meses, com carga média de 210 horas. Nós oferecemos auxílio transporte e uma bolsa durante a vigência do curso, justamente para que o cidadão possa concluí-lo, aumentando suas possibilidades de se inserir no mercado de trabalho. Um dos maiores desafios que o Brasil enfrenta é o da qualificação. Nós temos um apagão da mão de obra a nível nacional e os governos, seja na esfera federal, estadual quanto municipal, precisam fazer maior esforço para capacitar o cidadão. Porque vagas existem, o que faltam são profissionais qualificados”, completou o secretário.

VAGAS OFERECIDAS PELO VIA RÁPIDA NOS MUNICÍPIOS DA REGIÃO
Municípios / Cursos: Vagas
Avaré / Cozinha Industrial: 30
Avaré / Garçom: 30
Bofete / Produção de Açúcar e Álcool: 30
Botucatu / Modelagem Industrial Básica: 16
Botucatu / Noções Básicas de Chapeamento Aeronáutico: 32
Botucatu / Operador de Máquinas Reta e Overloque: 16
Botucatu / Soldador Básico: 32
Campina do Monte Alegre / Recepção e Atendimento: 30
Cerqueira César / Tratorista agrícola: 30
Conchas / Assistente Contábil: 30
Coronel Macedo / Assistente Contábil: 30
Fartura / Assistente de Segurança do Trabalho: 30
Guareí / Operador de Máquinas Agrícolas: 30
Iaras / Manipulação e Higienização de Alimentos: 30
Itaberá / Encanador: 30
Itaí / Produção de Açúcar e Álcool: 30
Itapeva / Cuidador de Idosos: 30
Itapeva / Eletricista Instalador: 30
Itaporanga / Informática: 30
Itararé / Eletricista Instalador: 30
Itararé / Manipulação e Higienização de Alimentos: 30
Laranjal Paulista /Operador de Caixa: 30
Laranjal Paulista /Técnicas de Vendas: 30
Pardinho / Manipulação e Higienização de Alimentos: 30
Pereiras / Técnicas de Vendas: 30
Piraju / Pedreiro: 30
Porangaba / Assistente Administrativo: 30
Pratania / Produção de Açúcar e Álcool: 30
São Manuel / Montagem e Manutenção de Microcomputadores: 30
São Manuel / Produção de Açúcar e Álcool: 30
Taquarituba / Técnicas de Vendas: 30
Taquarivaí / Eletricista Instalador: 30
Tejupá / Eletricista Instalador: 30

Total
25 municípios / 22 cursos : 966 vagas
 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas