Semana do Meio Ambiente em Itapeva termina com várias ações positivas

A Semana do Meio Ambiente, realizada pelo Instituto de Pesquisa e Educação Ambiental Planeta Terra e Prefeitura Municipal de Itapeva, com apoio da Sabesp e OAB Itapeva, foi composta por várias etapas. Dentre elas, palestras de conscientização, distribuição de mudas de árvores nativas e frutíferas…

 e o lançamento de vários projetos ambientais. 

 
As atividades desenvolvidas no Centro de Educação Ambiental Avelino Peixe Filho, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com a participação de escolas municipais, estaduais e particulares, despertou a importância do trabalho de conscientização. 
 
Desde o dia 05 de junho, dia internacional do meio ambiente, a Prefeitura de Itapeva e o Instituto Planeta Terra vêm promovendo o plantio de árvores, palestras, debates seminários e caminhada ecológica. “Temos desenvolvido vários projetos que buscam a preservação do meio ambiente. Hoje, os itapevenses podem orgulhar-se por viver numa cidade que esta tentando aplicar a consciência ecológica, através da educação ambiental”, afirmou o presidente do IPEA PT, Paulo Roberto Saponga de Oliveira.

Com a participação de cerca de aproximadamente 80 pessoas entre elas advogados (as), ambientalistas, empresários e estudantes do Colégio Minas e Metalurgia, a OAB de Itapeva e Instituto Planeta Terra na Semana do Meio Ambiente realizaram nesta terça-feira (08), um debate sobre o código florestal que esta em votação no congresso. 

Como a proposta do evento foi debater com a comunidade o Código Florestal, o evento em Itapeva foi às perspectivas a cerca do novo Código Florestal, e a confecção de um documento com várias propostas dos debatedores para ser vista e analisadas pela OAB São Paulo e posterior envio aos congressistas. Este último item foi marcado por uma reunião entre o mediador e representantes da região que estavam presentes no debate. Palestrantes: Dras. Carol Manzoli Palma, Vanessa Aparecida Costa e o mediador Dr. Francisco Saccomano Neto os ambientalistas Marcelo Tonini, Rafael Campolim e. Evento esse promovido pela 76ª subseção da OAB SP e Instituto Planeta Terra.

O Colégio Metodista realizou, durante a Semana do Meio Ambiente, em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no dia 05 de junho. Neste ano, os alunos do 2º Período, desenvolveram um projeto intitulado Jogos Ecológicos, onde promovem uma conscientização com as turmas da Educação Infantil e Ensino Fundamental I sobre a importância de se conservar o planeta. Durante a ação, houve a confecção de quebra cabeças, com formatos de vários animais da nossa fauna, onde os alunos leram, em forma de texto, uma mensagem sobre o animal montado. Ao final da atividade, estes cartões serão doados a Sala Verde para ensino de alunos das escolas municipais. Segundo a Orientadora do Colégio, Prof.ª Solange Ap. Ribeiro, o projeto visa estimular o cuidado com os animais e com o Meio Ambiente, conscientizando os alunos quanto à necessidade de se preservar, bem como despertar neles a curiosidade para identificar os diversos tipos de animais, estabelecendo semelhanças e diferenças entre as espécies.

No dia 07 de junho o secretário municipal de Obras, Serviços e Meio Ambiente, Francisco Vasconcelos Araújo (Xixo), ministrou a palestra, com o tema "A Cidade e o Meio Ambiente", no Colégio SESI. Na ocasião, abordou o histórico e os procedimentos usados no tratamento do lixo doméstico na cidade de Itapeva e recomendou formas de combater o desperdício. Na Escola Estadual Professora Nicota Soares, foi realizada uma palestra com o tema: Planeta Terra, Planeta Vida, com alunos do 3º ano a A, B e C, participaram as professoras Bete Saponga, Marilene, Anastácia, Estela, Aparecida, e a Coordenadora Luciana 

No dia 8, no turno da tarde, aconteceu uma palestra no colégio Objetivo, com plantio de uma muda de pau-brasil, simbólico à natureza. De acordo com a direção do colégio, o objetivo principal é conscientizar as crianças sobre a importância de cuidar do meio ambiente. No mesmo dia na Sala Verde o presidente do Comdema, Paulo Moacyr, ministrou palestra para os alunos da Escola Municipal José Lopes Fernandez, com o tema Educação Ambiental nas escolas”, ele falou da importância de começar com as crianças. “A educação ambiental na escola é de suma importância, pois está relacionada ao ensino de aprendizagem sobre o ambiente, por isso, é necessário uma educação sobre o meio ambiente para a formação de cidadãos conscientes  e dispostos a se comprometerem com o bem estar da sociedade, com a finalidade de conservar e garantir a sobrevivência das espécies e a qualidade de vida da população”, destaca Paulo Moacyr.

Os alunos da escola Estadual José Mokarzel, no Bairro do Pacova, assistiram palestra com o presidente do IPEA PT, Paulo Saponga onde foram abordados temas relacionados com o meio ambiente. Segundo o professor da Unidade de Ensino, o objetivo da Semana do Meio Ambiente foi plenamente atingido. “Através deste evento, abrimos os olhos da comunidade interna para questões ambientais mais amplas, além das trabalhadas em sala de aula. As atividades realizadas durante esta semana são voltadas não só a conservação e preservação, mas também fornecem subsídios aos nossos alunos até com relação a opções de carreiras e o despertam para novas possibilidades”, declarou o professor.
 
Na Sala Verde, a Escola Estadual Geminiano David Müzel assistiu uma palestra ministrada pelo biólogo Sguario, Marcelo Tonini, que informou e debateu com os alunos diversos assuntos referente às mudanças que o mundo tem sofrido e, principalmente, o ritmo com que elas têm ocorrido, buscando a importância de repensar os valores de cidadania e o papel do cidadão como co-responsável no processo de preservação do meio ambiente. “A falta de conscientização e respeito do ser humano, contribui sobremaneira para a degradação ambiental acelerada. O desperdício e mal uso dos recursos naturais, o descarte irregular de lixo e outros resíduos, o aumento de gases emitidos para a atmosfera e o desmatamento descontrolado são apenas alguns exemplos de desenvolvimento insustentável – comenta o biólogo.

A Escola Estadual Engenheiro Maia 2, da cidade de Itaberá,  assistiu uma palestra aberta ao público estudantil, com o tema “Mudanças climáticas e os Desafios do consumo consciente”. O evento teve início às 10 horas no auditório da da própria escola e faz parte das atividades da Semana Municipal do Meio Ambiente. A palestra foi ministrada pelo professor, Paulo Saponga, que informou e debateu com o público estudantil diversos assuntos referente às mudanças que o mundo tem sofrido e, principalmente, o ritmo com que elas têm ocorrido, buscando a importância de repensar os valores de cidadania e o papel do cidadão como co-responsável no processo de preservação do meio ambiente.

Durante a Semana, os estagiários Bruno, Amanda e Renata, os funcionários Preto Mattos e Solano Manoel também administraram palestras, aos alunos das EMEIS Glaucia Santos Pontes, Elza de Souza Barros, Maria Gonçalves Rodrigues, Edna Müzel Moura, as Escolas Municipais Leonor Cerdeira, José Lopes Fernandes, Dom Silvio Maria Dario, o tema da palestra foi: “Respeitar á natureza é respeitar a si mesmo”.

Como última atividade, os funcionários da Votorantim Cimentos assistiram a uma palestra "A Natureza do Caminho Interior", com representantes do Instituto Planeta Terra, Paulo Saponga, Bruno Sacone, Amanda, Renata e Preto Mattos, em ações que buscam diminuir o impacto ambiental de suas atividades. 

Obs. neste ano tivemos a participação da Escola Técnica Estadual Oscar Tenório do Rio de Janeiro. Houve atividades como palestras sobre Energias alternativas, "A biossegurança nas atividades laboratoriais e o lixo biológico", “Lixo”, teatro, filme-debate sobre o documentário “Lixo Extraordinário”, oficina-debate sobre “A construção da UHE Belo Monte: povos indígenas e o impacto ambiental”, oficina com reaproveitamento de material, Exposição “Retratos do mundo”, Exposição “Combustíveis fósseis e o paradigma da sustentabilidade da sociedade moderna", Farmácia Fitoterápica. No Espaço Cidadão Consciente, houve Troca-troca de livros de literatura, doação de alimentos perecíveis, reciclagem de óleo vegetal. “Acredito que o verdadeiro desafio do mundo na atualidade é que bilhões e bilhões de pessoas utilizem sua inteligência a favor de sua evolução e da melhoria da vida no planeta. E a Educação tem o papel fundamental de sensibilizar e formar as novas gerações para a construção de um ambiente melhor, para a sustentabilidade da vida urbana” disse Renata Claudia coordenadora de EA da Escola.
 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas