Setores municipais de Itaí se unem no combate a dengue

Casas e pontos de comércio do município de Itaí foram visitados nos últimos dias por agentes comunitários de saúde e agentes de controle de endemias. O objetivo foi orientar a população para a separação de objetos inservíveis que acumulam água e servem de criadouro para o mosquito da dengue.


A mobilização começou em 28 de março, numa ação conjunta do Setor de Controle de Vetores com os postos de ESF (Estratégia Saúde da Família) das vilas Capitão Cesário, Jardim Brasil e Jardim Monte Alto, apoiada pela Secretaria Municipal da Saúde e Prefeitura Municipal. Os setores de Transportes e Meio Ambiente da Prefeitura Municipal também colaboraram disponibilizando, entre os dias 4 e 8 deste mês, funcionários e veículos nas vilas e centro da cidade para coleta dos materiais descartados pela população. 

Durante as visitas foram deixados folhetos com informações preventivas e as datas de recolhimento do lixo. Antes disso as enfermeiras Daniele Tavares dos Reis, Fabiola Corral da Silva e Imara Barros, junto com o coordenador do Controle de Vetores, Sebastião Pereira Junior, deram um treinamento para todos os agentes, incluindo as causas, sinais e sintomas da dengue. Na cidade também foram colocadas faixas com mensagens de incentivo ao combate das condições favoráveis ao mosquito da dengue.
 

Daniele, enfermeira do ESF Jardim Brasil, um dos postos participantes, gostou da receptividade da população durante o mutirão. Ela conta que vários moradores de sua área de abrangência estavam ansiosos para que o caminhão passasse e levasse os materiais inservíveis que poderiam servir de local para proliferação do mosquito da dengue. Segundo ela, foi importante para sua unidade de saúde participar da mobilização contra a dengue, visto que em cidades vizinhas como Avaré já existem casos registrados da doença. “É hora das pessoas tomarem muito mais cuidado”, lembra. 

Conforme o coordenador Junior, foi muito importante a união de forças para o mutirão, que atingiu os resultados esperados, sensibilizando a comunidade para o descarte do lixo. De acordo com ele, o setor de Controle de Vetores continua com as ações normais de combate à dengue no município e mais informações sobre o serviço podem ser obtidas pelo telefone 3761-3144.  Silvana Gonçalves, da Secretaria Municipal de Saúde, alerta aqueles que apresentarem febre, dores de cabeça, no fundo dos olhos e nas juntas, fraqueza, náusea, vômitos e manchas vermelhas na pele a procurarem imediatamente uma unidade de saúde para realização do teste que detecta a dengue e recebimento de cuidados médicos. (Da Assessoria de Comunicação)
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas