Estado de São Paulo recebeu hoje (03/12) um milhão de doses da CoronaVac

Com isso já são 1 milhão e 120 mil doses da vacina do Butantan em SP; demais remessas chegarão no decorrer das próximas semanas Já são 1 milhão e 120 mil doses enviadas pela chinesa Sinovac ao estado de São Paulo Ao todo serão 46 milhões de doses, sendo 6 milhões já prontas para aplicação As 40 milhões restantes virão em forma de matéria-prima para produção, envase e rotulagem pelo Butantan O Governador João Doria acompanhou nesta quinta-feira (03) a chegada de 600 litros a granel da vacina Coronavac, correspondente…

Compartilhar

Comissão pode votar hoje pedido de esclarecimento sobre suspensão de testes da Coronavac

Os estudos clínicos da vacina Coronavac estão sendo conduzidos pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech. Os testes foram suspensos pela Anvisa após a morte de um voluntário participante do estudo Coronavac é alvo de divergências entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João DoriaA comissão mista destinada a acompanhar a situação fiscal e a execução orçamentária e financeira das medidas relacionadas ao combate da Covid-19 pode votar hoje requerimentos que pedem o esclarecimento da suspensão, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária…

Compartilhar

Em reunião com Doria, Ministério da Saúde confirma compra da vacina do Butantan

O Governo de São Paulo chegou a um acordo com o Ministério da Saúde para a aquisição via SUS (Sistema Único de Saúde) de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida em parceria internacional entre a biofarmacêutica Sinovac Life Science e o Instituto Butantan, até o final de dezembro de 2020. O Governo Federal confirmou que irá adquirir o imunizante após aprovação na Anvisa. O potencial imunizante contra o coronavírus está em fase final de estudos clínicos no Brasil e se mostrou totalmente seguro nos testes realizados desde o…

Compartilhar

Testes confirmam que vacina do Butantan é a mais segura em fase final no Brasil

Dos 9 mil voluntários da Coronavac no Brasil, apenas 35% tiveram reações leves, como dor no local da aplicação, e nenhum efeito colateral grave O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (19) que a vacina contra o coronavírus em desenvolvimento pelo Instituto Butantan é a mais segura em fase final de testes no Brasil. Estudos clínicos com 9 mil voluntários com idade entre 18 e 59 anos no país mostram que apenas 35% tiveram reações adversas leves após a aplicação, como dor no local da aplicação ou dor de cabeça.…

Compartilhar