Taquarituba prossegue com o Plano Local de Habitação

Pascoal M. C. Guglielmi, do Instituto Cidade  em  comum acordo com a  Prefeitura Municipal de Taquarituba,  apresentou  na segunda – feira, (07), às 16h00, na sala de reuniões da Coordenadoria da Educação, a 2ª Etapa do Plano Local de Habitação de Interesse Social. Alan Gabriel,  profª Maria das Graças e o profº Paulo César Bortotti foram os responsáveis pelo sucesso do evento que contou com as presença dos coordenadores da Agricultura, Ação Social, Esportes, Educação e Saúde, como também dos diretores  das Escolas Municipais, professores, vereadora Wanda e demais participantes da comunidade Taquaritubense. 


Na abertura do encontro o Professor Tatau representando o prefeito Miderson que se encontrava na capital em busca de recursos para município, falou da importância do desenvolvimento do Plano de Habitação, revelando que planejar o futuro da cidade consiste acima de tudo na  efetiva participação da  população, e não somente deixar a cargo da administração pública, como também fazendo valer a Vigência do Estatuto das Cidades. “É por intermédio da população que se identifica os problemas que envolvem o setor habitacional da cidade a qualidade de moradia, a carência de serviços de infraestrutura, regularização fundiária, ou seja, ter o conhecimento de quem possui documentação do imóvel” falou Bortotti.

Na exposição do Plano Habitacional,  Dr. Pascoal  destacou  a importância no  resgate da caracterização sócio-urbanístico-ambiental da área urbana do município. Em seguida, Guglielmi explanou sobre os dados de demanda habitacional – Pesquisa Quantitativa, e sobre os dados da Pesquisa Qualitativa processada a partir das Fichas de Pesquisa.revelando que somente a partir desses dados é que foi elaborado o  Diagnóstico, do qual fizeram parte, sob a forma de tabelas, gráficos e mapas os seguintes aspectos: divisão do perímetro urbano em 3 regiões, numero de domicílios por setor censitário, distribuição de demanda pesquisada,  pessoas domicílio por região, renda per capita por região, etc.

Destacou também a  importância do envolvimento no Plano Local de Habitação as seguintes organizações,   a Câmara Municipal, Associação Comercial e  Industrial de Taquarituba e a OAB. 

Para finalizar  Dr. Pascoal deu  abertura   as discussões, esclarecendo  todas as duvidas  inerentes ao Plano e consecutivamente  recebendo o aval dos participantes para o encaminhamento da 3ª e ultima etapa do Plano Local de Habitação de Interesse Social. Por – Orlando Chamorro
Compartilhar

Notícias relacionadas