Turismo: Celso Sabino prevê 150 delegações internacionais na COP 30 em Belém

Ministro do Turismo falou dos preparativos para a Conferência do Clima no Pará, em 2025, além de tratar das linhas de créditos para o setor hoteleiro e o papel do turismo na retomada do Rio Grande do Sul

O ministro do Turismo, Celso Sabino, afirmou nesta quarta-feira, 19 de junho, durante sua primeira participação no “Bom Dia, Ministro”, ter certeza de que o Brasil vai realizar uma aclamada e prestigiada edição da Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 30) em Belém, em 2025.

“Esse movimento para conter as mudanças climáticas tem ganhado relevância, aumentado o público de participação nas COPs e tendo significado cada vez maior para todo o planeta. A COP do Brasil vai concentrar o maior número de autoridades no mesmo momento”, afirmou.

Todos os ministérios estão atuando para que Belém tenha a melhor infraestrutura possível para receber todas essas pessoas, com projetos de infraestrutura viária, saneamento básico nos aeroportos e hospitalidade”
Celso Sabino, ministro do Turismo

Ele lembrou que têm participado das COPs reis, príncipes, presidentes, primeiros-ministros, chefes de Estado e chefes de governo de todo o mundo. “Nós já estamos com uma perspectiva de que 150 delegações venham para cá. Teremos a oportunidade de mostrar para o mundo todo a qualidade da hospitalidade brasileira”.

Para se alcançar o sucesso almejado, explicou Sabino, o Brasil tem dois desafios. O primeiro, avalia, é o país contribuir de forma significativa na apresentação de projetos, soluções e alternativas para conter as mudanças climáticas e promover a preservação do meio ambiente. O segundo ponto é garantir que os turistas em visita a Belém sejam tratados com hospitalidade, carinho e conforto, se tornando divulgadores e promotores do turismo brasileiro em seus países de origem.

“Todos os ministérios estão atuando para que Belém tenha a melhor infraestrutura possível para receber todas essas pessoas, com projetos de infraestrutura viária, saneamento básico nos aeroportos e hospitalidade. O presidente Lula criou uma secretaria extraordinária vinculada à Casa Civil e o secretário está em Belém atuando não só na questão da infraestrutura, mas no apoio a micro e pequenos empresários no sentido de ampliar a rede hoteleira e a quantidade de leitos disponíveis”, explicou Celso Sabino.

Com vistas à preparação da COP 30, estão sendo concedidos financiamentos voltados para meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras, organizadoras de eventos, parques temáticos, acampamentos turísticos, restaurantes, cafeterias, bares e similares. Em parceria com o governo do Pará e a prefeitura de Belém, está sendo implementada qualificação profissional de motoristas de aplicativos e ensino de línguas estrangeiras para trabalhadores que atuam com atendimento ao cliente em hotéis, bares e restaurantes.

RIO GRANDE DO SUL — Durante uma hora de bate-papo com radialistas, o ministro Celso Sabino pontuou ainda sobre as ações do turismo no grande esforço de reconstrução do Rio Grande Sul, que incluem campanhas promocionais que atuam com o objetivo de que o turismo exerça protagonismo na retomada do desenvolvimento econômico no estado.

“Nós estamos com uma campanha chamada ‘Não Cancele, Reagende’ a visita ao Rio Grande do Sul, para que brasileiros e estrangeiros que adquiriram pacotes turísticos, hotéis, pousadas, passagens aéreas, não desistam de conhecer essa região, mas reagendem para um próximo momento”, orientou o titular do Turismo.

“Também estamos fazendo uma campanha para arrecadação de fundos financeiros para a reconstrução da infraestrutura pública no Rio Grande do Sul, com eventos em praticamente todo o Brasil neste momento agora de festas juninas. Exibimos vídeos promocionais dos atrativos do Rio Grande do Sul e um QR Code para que as pessoas façam doações para reconstruir a infraestrutura pública e turística do estado”.

Sabino expressou otimismo com a recuperação da malha aérea do Rio Grande do Sul. “Nós vamos sair com mais, sem dúvida nenhuma, três novos aeroportos funcionando — ou novos ou ampliados. E a gente tem trabalhado com a possibilidade da construção de um novo aeroporto em Vila Oliva, de 20 a 30 quilômetros de Gramado. Estamos trabalhando com a ampliação do Aeroporto de Canela e de Caxias. E, não tenho dúvida, o Salgado Filho vai voltar a operar com força total antes do que a gente estava imaginando”.

O “Bom Dia, Ministro” contou com a participação ao vivo de jornalistas das rádios Nacional de Brasília (Brasília/DF), Campina FM (Campina Grande/SP), BandNews (Rio de Janeiro/RJ), Liberal (Belém/PA), Tiradentes/BNC (Manaus/AM), Clube (Recife/PE) e Vox (Timóteo/MG).

Da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments