Unesp investe na segurança com atualização de câmeras para monitoramento

Visando garantir maior segurança aos usuários das unidades da Unesp instaladas em Rubião Júnior (Faculdades de Medicina, Medicina Veterinária e Zootecnia; além do Instituto de Biociências), o Grupo Administrativo do Campus, através de sua Administração Geral, tem investido na colocação de câmeras de vigilância nos acessos principais de seu complexo universitário.


Instaladas nas vias de entrada e saída do campus, as sete novas câmeras já estão em operação desde o dia 17 de dezembro. Todas substituem os aparelhos anteriores usados pelo setor de vigilância e primam pela tecnologia como diferencial. São duas câmeras com alcance em até 70 metros com qualidade nas imagens captadas e que não sofrem interferências com a alta luminosidade, podendo focalizar a placa do veículo automaticamente.

Os outros cinco modelos instalados na guarita possuem sistema de captação de imagens em infravermelho, o que permite captação de imagens noturnas. Tais aparelhos têm alcance estimado de 30 metros. Para a colocação das câmeras foram investidos R$ 7.900, recursos vindos da própria Administração Geral.

Segundo Carlos Winckler, diretor administrativo do campus, a instalação dos aparelhos integra parte da iniciativa de investimentos na melhoria da segurança interna. “Há a necessidade de se acompanhar o fluxo de veículos que trafegam pelo campus diariamente. É um controle maior de quem entra ou sai das unidades da Unesp em Rubião Júnior”, declarou. Ele ainda explica que os agentes de vigilância do campus passarão por capacitação para a utilização do novo sisitema.

Diariamente, mais de cinco mil veículos trafegam pelas vias do campus da Unesp, em Rubião Júnior, conforme estimativa da Assessoria de Segurança da Faculdade de Medicina de Botucatu.

Winckler adianta que o projeto deve prosseguir no próximo ano com a instalação de mais câmeras, dessa vez na Portaria 2 do campus, que compreende a atual entrada pelo Instituto de Biociências, através da vicinal Raimundo Putty, ao lado da Base Comunitária da Polícia Militar. Também há a previsão de que outras partes do campus, como o Centro de Convivência Infantil, Biblioteca do Campus e o novo incinerador também recebam câmeras para a vigilância. (Flávio Fogueral/ Jornal da FMB)
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas