Usina Salto Grande faz rebaixamento do nível do reservatório para controle de plantas aquáticas

Período de rebaixamento do reservatório foi estendido e termina dia 7/10; ação ocorre anualmente para exposição e retirada das plantas

Salto Grande-SP, 30 de setembro de 2021 – O rebaixamento do nível do reservatório da Usina Hidrelétrica Salto Grande, incialmente previsto até 2 de outubro, deve continuar por mais cinco dias, com o término programado para às 18h do dia 7 de outubro. Essa operação tem por objetivo promover o controle das plantas aquáticas.

Nesse período, o nível do reservatório da usina, localizada no rio Paranapanema, será rebaixado para a faixa de operação entre 382,50 e 382,80 m – a faixa de operação normal do reservatório é entre 383,80 e 384,67 m.
Com a redução do nível, as plantas aquáticas ficam expostas na região seca e se desidratam, o que facilita sua coleta e remoção. O procedimento está alinhado com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com a Marinha do Brasil e com a Prefeitura Municipal de Salto Grande, que colabora também com a coleta do material.
A ação é também autorizada pelo Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Realizado anualmente, o controle preventivo ocorre sempre no período que antecede o brotamento de novas plantas. “O objetivo desse procedimento é garantir o pleno funcionamento das turbinas da usina e promover o equilíbrio ambiental das populações de macrófitas aquáticas e o ecossistema do rio”, explica o diretor de Gestão de Ativos de Geração da CTG Brasil, Marcio Peres.

A redução das plantas diminui a chance de perda momentânea de potência das turbinas, garantindo a disponibilidade de energia, e colabora também para o meio ambiente e para os usos múltiplos do reservatório por toda a população local. “Com a redução das plantas, a tendência é ampliar o fluxo de água nos braços do reservatório de Salto Grande, além de aumentar o oxigênio no período noturno, favorecendo as populações de peixes”, esclarece Peres.

Sobre a CTG Brasil

A CTG Brasil trabalha para desenvolver o mundo com energia limpa em larga escala. Segunda maior geradora privada de energia do País, conta com a dedicação de seus talentos locais e está comprometida em contribuir com a matriz energética brasileira, pautada pela responsabilidade social e respeito ao meio ambiente. A empresa tem investimentos em 17 usinas hidrelétricas e 11 parques eólicos, com capacidade instalada total de 8,3 GW. Criada em 2013, é parte da China Three Gorges Corporation, uma das líderes globais em geração de energia limpa.

Compartilhar

Notícias relacionadas

Se inscreva
Notificação de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments