Vestibular: Cursinho gratuito(unesp) tem grande procura; inscrições vão até 22/01

Botucatu – A procura por inscrições para o Cursinho Desafio – projeto de extensão mantido pela Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) que prepara, gratuitamente, alunos para  o vestibular – tem sido grande neste ano. Até dia 14 de dezembro, 160 pessoas já haviam manifestado interesse, sendo que o prazo segue até 22 de janeiro. 


A expectativa é que pelo menos 400 pré-vestibulandos se apresentem para o processo seletivo do cursinho. Serão 140 vagas disponíveis para o sistema extensivo.

Em 2010, a coordenação do projeto intensificou a divulgação em escolas públicas de Botucatu. Foram realizadas visitas com apresentações em oito delas, antes de serem abertas as inscrições.

Dessa vez, o processo de avaliação será diferente. Na prova objetiva haverá 50 questões de múltipla escolha e uma redação. Esse exame valerá 70% da nota global do candidato, que ainda levará em conta a entrevista sócio-econômica.

Para essa análise, que visa beneficiar alunos de baixa renda, os interessados deverão entregar, na Escola Municipal Angelino de Oliveira, em Botucatu, um formulário preenchido com seus documentos. Será possível escolher um dia entre duas datas oferecidas: 30 de janeiro ou 1º de fevereiro.

Os selecionados farão a prova objetiva dia 6 de fevereiro, na Unifac, também em Botucatu. 

Como se candidatar?  

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.cursinhodesafio.fmb.unesp.br onde também está disponível o edital do processo seletivo com datas de provas, resultados e período de inscrições para os candidatos aprovados.

O Cursinho

Criado no ano 2000, o Cursinho Desafio tem obtido êxito em sua proposta. Oferece 140 vagas no sistema de ensino extensivo e 60 no semi-extensivo. Além disso, é referência em aprovação com seus alunos ingressando em faculdades e universidades públicas como USP, Unicamp, Fatec e a própria Unesp.

O projeto também oferece espaço próprio com biblioteca e computadores para uso didático com acesso à Internet. Todas as salas usadas pelo projeto contam com projetores multimídias e os alunos têm, além de monitorias nas mais diversas disciplinas, simulados mensais. Não há cobrança de mensalidades e também são realizadas, no decorrer do ano, viagens e visitas culturais. (Leandro Rocha – Assessoria de Comunicação e Imprensa da FMB/Unesp e HCFMB)
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas