Itaí inicia ampliação do prédio de fisioterapia

A Prefeitura Municipal de Itaí iniciou mais uma obra em benefício da população. Trata-se da ampliação do SERI (Serviço Especializado de Reabilitação de Itaí). Além de espaço ampliado, os pacientes contarão com novas opções de tratamento.


Serão construídas mais três salas, além de reestruturação da área interna. O fisioterapeuta Tani Roberto Neres Meira, Secretário de Saúde, informa que uma sala de Fisiologia do Exercício está sendo construída. “Este local será voltado ao desempenho de atividades físicas específicas, com equipamentos apropriados para tais exercícios, com finalidades preventivas e terapêuticas”, diz o coordenador. 

Na sala de Fisiologia do Exercício ocorrerá a complementação do tratamento realizado no setor de Fisioterapia, além de atendimento de pessoas que possuam indicação médica para condicionamento físico. “Importante ressaltar que este projeto será o único em nossa região, como centro unicamente municipal, além do fato de ter sido encarado como uma ação extremante importante na saúde municipal pelo nosso prefeito municipal, Dr. Luiz Antônio Paschoal, que ao obter conhecimento desta ideação, imediatamente tomou as devidas providencias para o inicio das obras”, comenta o Secretário de Saúde.

Segundo Meira, a fisiologista do exercício e educadora física, Arely de Freitas Vieira é a autora desse projeto. Seu trabalho será focado na reabilitação dos pacientes junto aos fisioterapeutas e demais profissionais do SERI. "Atuaremos nos âmbitos ortopédicos, cardiorrespiratórios e neurológicos, como por exemplo, no desvio de posturas, fraturas, lombalgia, tendinites, hipertensão arterial, enfisema pulmonar, acidente vascular cerebral (AVC), pré/pós-operatório de cirurgias, além de atendimento a pessoas portadoras de deficiência que necessitem de tal reabilitação, tudo conforme prescrição médica”, relata a fisiologista.
 
O  início das obras para elaboração do projeto também foi comemorado pelos pacientes. A coordenadora dos portadores de deficiência, Ellen Cristiane Vaz, que realiza as intermediações para as necessidades deste público no município, relata que os pacientes já elogiam a obra, que ampliará o leque de opções de tratamentos para este público no município, reduzindo a necessidade de deslocamento para outra cidade.
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas