Corpo do ciclista que morreu atropelado foi sepultado em caixão lacrado às 17h de hoje 01/06

Devido à demora no IML, família teve pouco tempo para velar – O corpo de Sandro Luiz da Silva, de 31 anos, que morreu atropelado na SP-281,  chegou em caixão lacrado do IML – Instituto Médico Legal de Avaré-SP, por volta das 15h30 e foi sepultado às 17h, no Cemitério de Barão de Antonina-SP.

Segundo a Funerária Bom Jesus que atende Barão de Antonina, Riversul, Santana do Itraré, Salto do Itararé e Siqueira Campos-PR, ela fez a parte dela no mais curto espaço de tempo possível, e que quanto à demora para liberação do corpo se deveu à perícia e posteriormente ao IML.

“Infelizmente não pudemos fazer nada para antecipar a liberação e lamentamos o pouquíssimo tempo que a família teve para velar o corpo do ente querido”, justificou a funerária detalhando os horários.

Foi avisada às 00h40;
Chegou ao local às 01h30 mas teve de esperar a perícia até por volta das 02h30
Apresentou ao IML às 08h (IML não trabalha mais durante à noite), sómente após às 08h
Médico chegou ao IML por volta das 11h e o corpo só foi liberado por volta das 14h

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Se inscreva  
Notificação de