Corpo do ciclista que morreu atropelado foi sepultado em caixão lacrado às 17h de hoje 01/06

Devido à demora no IML, família teve pouco tempo para velar – O corpo de Sandro Luiz da Silva, de 31 anos, que morreu atropelado na SP-281,  chegou em caixão lacrado do IML – Instituto Médico Legal de Avaré-SP, por volta das 15h30 e foi sepultado às 17h, no Cemitério de Barão de Antonina-SP.

Segundo a Funerária Bom Jesus que atende Barão de Antonina, Riversul, Santana do Itraré, Salto do Itararé e Siqueira Campos-PR, ela fez a parte dela no mais curto espaço de tempo possível, e que quanto à demora para liberação do corpo se deveu à perícia e posteriormente ao IML.

“Infelizmente não pudemos fazer nada para antecipar a liberação e lamentamos o pouquíssimo tempo que a família teve para velar o corpo do ente querido”, justificou a funerária detalhando os horários.

Foi avisada às 00h40;
Chegou ao local às 01h30 mas teve de esperar a perícia até por volta das 02h30
Apresentou ao IML às 08h (IML não trabalha mais durante à noite), sómente após às 08h
Médico chegou ao IML por volta das 11h e o corpo só foi liberado por volta das 14h

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Se inscreva  
Notificação de