Hospital de Itaporanga: jovem baleada passou por cirurgia de emergência e segue internada, em estado estável

A jovem APVF, de 21 anos, que na quinta-feira, durante uma briga com a companheira, acabou baleada no abdômen, foi imediatamente socorrida ao Pronto Socorro do Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças, onde passou por cirurgia de emergência.

Na tarde deste sábado o médico Dr. Augusto Manoel de Carvalho, diretor técnico do Hospital falou sobre o caso.

Segundo ele, a paciente chegou ao hospital e logo foi atendida pela médica de plantão Dra. Larissa, que constatou a gravidade e o chamou para avaliação.

“Constamos que realmente era um caso gravíssimo que não dava para esperar. Embora a Santa Casa de Avaré tenha aberto vaga para o caso, descartamos a remoção, porque talvez, numa viagem de mais de uma hora não desse tempo para ela chegar com vida até lá e então decidimos por uma cirurgia de emergência e iniciamos – eu (Augusto), Dr. Demétrio, Dr. Yury e Dr. Andrey – os procedimentos cirúrgicos que duraram cerca de cinco horas”, contou Dr. Augusto.

Sobre a cirurgia e órgãos atingidos, ele informou que após abertura do abdômen foi confirmado que o projétil danificou vários órgãos, entre eles o rim esquerdo (totalmente), o fígado, o estômago, o baço e o intestino grosso, que foi rompido ao meio.

“E ela teve problemas nos dois pulmões e foi preciso drenagem. Seu quadro é estável, ela está consciente e falando um pouco. Esperamos uma melhora”, contou o médico, que, questionado se a paciente ainda corria risco de vida, disse que sim.

Para Dr. Augusto, o fato do hospital possuir um centro cirúrgico em condição adequadas, aparelho de anestesia de última geração e excelentes instrumentais cirúrgicos, possibilitaram essa complexa cirurgia e tudo correu bem.

No entanto, ele observou a falta de um Banco de Sangue no hospital para essas emergências. “Foi necessário busca-lo em Avaré e o tempo de ir e voltar foi de três horas aproximadamente. Quando chegou estávamos no fim da cirurgia”, contou.

Sobre isso, Dr. Augusto contou que o hospital já tem uma autorização para instalação de uma Agência Transfusional, igual a de Avaré, que funciona sob supervisão do Banco de Sangue do Hospital das Clínicas/ Unesp/ Botucatu. “Isso custaria algo em torno de R$ 300 mil e o hospital, no momento, está fazendo ampliações para abrigar o no novo RX Digital e não dispõe desse recurso para a Agência Transfusional”, finalizou.

Notícias relacionadas

3
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
0 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Tadeu Alves FagundesJaime Motta Recent comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Se inscreva  
mais novo mais velho mais votado
Notificação de
Tadeu Alves Fagundes
Visitante
Tadeu Alves Fagundes

Há quanto a agência Transfusional, já tem à autorização para instalação, e não tem recursos cadê os vereadores para cobrar os deputados para fezer emendas redirecionar recursos para implantação Agência. Vereadores vamos em busca desse recurso põe no orçamento do ano que vem, parece que já fizeram isso com o precatório, esse é um projeto relevante para a cidade de Itaporanga e vizinhas então cabe mobilizar os políticos das cidades vizinhas. Há daqui um ano tem eleições, quero ver qual o vereador vai divulgar na campanha que conseguiu recursos para montar um banco de sangue no hospital. Esse vai ser… Ler mais »

Jaime Motta
Visitante
Jaime Motta

Enaltecer a qualidade de todos do Hospital e Maternidade Nossa das Graças. O grupo de colaboradores prestam serviços de alta qualidade. Quando tudo parece perdido neste pais, com atitudes igual a está ,temos rever e pensar, da confiar e melhorar sempre.
Muito obrigado a todos.

Tadeu Alves Fagundes
Visitante
Tadeu Alves Fagundes

Parabéns para equipe médica, que Deus abençoe e que à paciente se restalece logo. Numa cidade pequena precisamos de profissionais com amor e dedicação já que os recursos são escassos. Doutor Augusto, vamos mudar a logística de transporte pra buscar o sangue como é emergencial o sangue tem que vir, não ir buscar então só demoraria uma hora e meia vindo de Avaré. Vamos envolver o prefeito e os vereadores para fazer um convênio com Avaré que nesse caso de emergência arruma um transporte e mande o sangue, e a prefeitura se responsabiliza por esse custo. Não tem sentido sair… Ler mais »