(127 fotos) da 18ª romaria de N.S. Aparecida ao Bairro dos Silva, que teve participação de grande número de devotos

Criada há 18 anos pelo saudoso Dom Estevão Stork, abade do Mosteiro de Itaporanga, para que os fiéis e devotos fizessem, no 12 de outubro – Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil – uma dedicação especial de fé e sacrifícios, a romaria de Itaporanga ao Bairro dos Silva para homenagear a Santa, há cada ano ganha mais participantes.

Nos primeiros anos dessa romaria, poucas pessoas participavam, mas com o tempo a quantidade de romeiros vem aumentando.

A romaria começa às 06h em frente a Abadia, e vai ganhando mais devotos no caminho à medida que avança por três quadras da Avenida Santa Cruz, depois vira à esquerda pela Rua Nelson Coluço, até a Creche Hernani Camargo, virando à direita pela Rua Minoti Volpi, passando pelo CRAS e Shopping e depois pela Rua José Luvison Net,o até a Rodovia Juventino Patriarca (SP-281), pegando finalmente a estrada vicinal de terra, até o Bairro dos Silva, num percurso de mais ou menos 7 quilômetros, até a réplica da Basílica de Aparecida.

No trajeto, no meio do percurso há banheiros químicos – masculino e feminino – para as necessidades dos fiéis, e também carros de apoio, viatura da Polícia Militar e ambulância para as emergências. Para os romeiros voltarem a Prefeitura disponibiliza ônibus.

Na encruzilhada para acessar o Bairro dos Silva, há um ponto de apoio organizado pela família Campos Barbosa onde são servidos gratuitamente água, refrigerante e lanche para os romeiros.

De acordo com Gorete Barbosa, para isso, a família conta com colaborações e doações do comércio da cidade e de pessoas. “Praticamente passamos a noite preparando os lanches, água e refrigerantes. Este ano fizemos mais ou menos 2.000 lanches, porque no ano passado fizemos 1.800 e não deu pra todos. Esperamos que esta quantidade seja suficiente”, contou ela.

Neste ano, a romaria foi conduzida pelo pároco, padre Bento e o tempo de duração foi de pouco mais de três horas.

A recepção dos romeiros na capela do bairro é sempre muito emocionante, com grande queima de fogos e saudação à Nossa Senhora Aparecida. Em seguida os fiéis formaram fila para tocar a imagem da Santa.

Assim que todos chegaram, o padre Bento anunciou que iriam esperar dez minutos e em seguida iniciaria a celebração da Santa Missa. Após, teve a adoração à Santa que dura o Dia todo, até à noite, quando ocorre o encerramento com a consagração de Nossa Senhora Aparecida.

Notícias relacionadas

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Se inscreva  
Notificação de