Católicos benzem seus veículos no Dia de São Cristóvão

No dia 25 de julho, fiéis católicos celebram o Dia de São Cristóvão, considerado o padroeiro dos motoristas. Para isso, normalmente acompanhados de seus familiares assistem missa e participam de procissão (carreata silenciosa), passando por um sacerdote que benze o veículo. Em Itaporanga, essa comemoração ocorreu neste domingo(26) e  foi o padre João Crisóstomo quem, após a missa, em frente a Basílica de São João Batista,  benzeu os veículos – carros, caminhões, ônibus e motos) da procissão formada ao longo da Avenida.

São Cristóvão, que sofreu martírio viveu provavelmente na Síria, no século III e passou a ser cultuado no século V. Seu nome, Cristóvão, significa aquele que carrega Cristo.
Uma lenda conta que Cristóvão era um gigante com mania de grandezas e supunha que o rei a quem ele servia era o maior do mundo. Mas, ficou sabendo então, que o maior rei do mundo era Satanás a quem colocou-se a serviço.

Porém, após se informar melhor sobre o então seu deus, descobriu que o maior rei do mundo era Jesus Cristo.
Um ermitão mostrou a ele que a bondade era a coisa mais agradável a Cristo. A partir disso, São Cristóvão trocou a sua mania de grandeza pelo serviço aos seus semelhantes.
De grande estatura e dotado de muita força, passou a carregar as pessoas na costa na travessia de um rio. Certa noite um menino pediu-lhe que o transportasse à outra margem do rio. À medida que carregava o garoto, este pesava cada vez mais às suas costas, como se fosse o peso do mundo inteiro. Diante de seu espanto, o menino lhe disse: "Você carregou às costas mais que o mundo inteiro. Transportou o Criador de todas as coisas. Sou Jesus, aquele a quem serves".

 

Compartilhar

Notícias relacionadas