Agente penitenciário de Itaporanga-SP morre assassinado a tiros em São Paulo

De acordo com o registro de ocorrência da Polícia Militar (7º BPMM, 2ª Cia e 2º Pelotão), o agente penitenciário Paulo Marcelo dos Santos, morador de Itaporanga-SP, que trabalhava na Penitenciária de Taquarituba, morreu assassinado a tiros na manhã de hoje (16/07), às 07h40, na Avenida Rio Branco, 766, estacionamento subsolo, em São Paulo.

Os PMs CB R. e SD C. que atenderam a ocorrência fizeram contato com Policiais Militares do 13° BPMM que informaram ter, mais cedo, socorrido Paulo Marcelo dos Santos à Santa Casa de São Paulo, onde chegou morto.

Porém obtiveram informações de populares que, após descer de um táxi, Paulo, levando duas malas foi em direção a um Ford Fiesta, placas OQF 73.. e que o indivíduo que o aguardava teria feito nele três disparos de arma de fogo, e em seguida subtraído as duas malas e desaparecido em direção ignorada.

O registro da PM observa que a área foi isolada e a ocorrência foi apresentada no 3º Distrito Policial, que já investiga o caso.

Observa também que “o veículo mencionado foi abordado na área do 38° BPMM e está no Distrito Policial, porém, descartada a participação devido o proprietário estar em casa e dormindo quando as viaturas o encontraram, e que o motor do veículo estava frio e sem sinais de ter sido usado na data de hoje. Ainda permanece retido no 55° Distrito Policial aguardando liberação.

Segundo a Funerária de Itaporanga encarregada dos serviços, ainda não há informações sobre velório e horário de sepultamento.

Um amigo da família e o pai de Paulinho estão a caminho de São Paulo para liberação do corpo no IML.

Notícias relacionadas

mais novo mais velho mais votado
Notificação de
RUBENS VIEIRA BARBOSA
Visitante
RUBENS VIEIRA BARBOSA

Deixo claro que não compactuo com a criminalidade.

RUBENS VIEIRA BARBOSA
Visitante
RUBENS VIEIRA BARBOSA

Muitos agentes penitenciários são muito rigorosos com certos detentos. Pode ter sido vingança. Não quero ser leviano, mas fatos análogos não são incomuns.