Itapeva e a cidade de Xinyu (China) firmam acordo de cooperação na área de energia solar

Prefeito Comeron recebeu autoridades do governo de Xinyu; Comissão fará estudo sobre a viabilidade econômica do projeto – O município de Itapeva e a cidade chinesa de Xinyu assinaram nesta quinta-feira (24) um protocolo de cooperação recíproca com o objetivo de determinar a viabilidade econômica para a implantação de uma base de estudo e produção de energia solar no município. O prefeito Roberto Comeron e o representante do governo de Xinyu, He Weihua, formalizaram o acordo depois que os dois governos se comprometeram em trocar informações técnicas sobre o projeto.

A visita dos chineses é a segunda etapa de um processo iniciado em 2013 estabelecendo o intercâmbio de cooperação econômica entre as duas cidades. O primeiro passo foi dado em abril de 2013, quando o secretário municipal de Indústria e Comércio, Ralph Gemignani, visitou a China e se encontrou com autoridades e investidores de Xinyu. Sete meses mais tarde, uma delegação da China desembarcou em Itapeva para conhecer a industrial local e o agronegócio.

No encontro desta quinta-feira, ficou claro interesse de ambos os lados na formalização do acordo. O vice-governador da cidade chinesa, Wang Yong, afirmou que o interesse na cooperação é grande e será feito por meio da troca de informações e suporte técnico.

Membro da comitiva do governo de Xinyu, a representante da empresa Risun Solar, uma das gigantes do setor de energia solar na China, Tiffany Fei, acredita que o setor está em franca expansão proporcionando fontes de energia alternativas e renováveis, estimulando o crescimento econômico e a criação de vários postos de trabalho. “O problema maior se refere aos custos para a implantação do programa”, avalia.

Como contrapartida, o município de Itapeva estuda oferecer toda a infraestrutura necessária para a instalação da empresa de energia solar, como a cessão de terreno e a isenção de impostos, já que o empreendimento deve gerar muitos empregos e estimular o desenvolvimento local.

“Estamos dando mais um passo importante para consolidar essa parceria e a cooperação econômica, não apenas no setor de energia, mas em diversos outros setores. Essa troca de experiências com os chineses está amparada no desejo de que as duas cidades irmãs se desenvolvam”, afirmou o prefeito. (Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Itapeva-SP)

Compartilhar

Notícias relacionadas