Alckmin entrega helicóptero Águia e vicinais recuperadas em Araçatuba

Aeronave atenderá 43 municípios da região; nas estradas, os investimentos foram de R$ 4,6 milhões – O mais novo Comando de Policiamento do Interior (CPI) 10, com sede em Araçatuba, a exemplo de outras regiões do interior, agora tem o seu helicóptero Águia. A aeronave foi entregue nesta quinta-feira, 5, pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretario da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto. Com isso, 43 municípios da região, que já contavam com os serviços do Águia pousado em São José do Rio Preto, contarão com o policiamento aéreo. Na ocasião o governador também entregou obras de vicinais recuperadas na região. 


"O CPI-10 passa a ter agora um helicóptero só para Araçatuba e região. Isso equivale a 15 viaturas da Polícia. Ele atinge rapidamente as cidades mais distantes, orienta a atividade policial em terra por rádio, é importante no combate ao tráfico de drogas, no patrulhamento rural, no apoio ao serviço em geral da Polícia nesta região. Então é um ganho importante no combate à criminalidade", afirmou o governador. 

Até 2010, a região de Araçatuba pertencia ao CPI 5 – São José do Rio Preto. Para melhorar a qualidade dos serviços prestados pelo comando da Polícia Militar, que na época era responsável por 139 municípios, o ex-governador Aberto Goldman fez a divisão da área. O ato governamental foi instituído por meio do decreto nº 55.926, de 19 de junho de 2010. 

O evento desta quinta, no Aeroporto Estadual Dario Guarita, marcou uma nova fase do policiamento aéreo na região. Com um investimento estadual superior a R$ 6 milhões, o governo entregou à Polícia Militar, um helicóptero AS-50 (Esquilo), de fabricação francesa, denominado de Águia 20. 

Com a aquisição do Águia 20, o Grupamento Aéreo da Polícia Militar passa a contar com 28 aeronaves. Sendo 20 helicópteros Águia, dois helicópteros para instrução de vôo e seis aviões. 

O governador Geraldo Alckmin também anunciou novos soldados para a região. "Vieram também 28 soldados a mais para a CPI-10, sendo 12 só para a cidade de Araçatuba. É um reforço importante de pessoal e especialmente para ter aqui o helicóptero Águia, que vai também servir para transporte de órgãos para transplantes. Foi nomeado também o novo delegado para a delegacia seccional daqui, o doutor Nelson Barbosa Filho", disse Alckmin. 

Características 

O novo helicóptero tem três horas e meia de autonomia de vôo. Sua velocidade operacional é de 250 km/h, o que possibilita o atendimento da maioria das cidades do CPI 10 em no máximo 15 minutos. Além de potente, o Águia vem equipado com farol de busca, rádios policiais Multi-canais e um Kit Resgate. 

Com o uso da nova aeronave, a Polícia Militar reforçará os importantes serviços como: policiamento urbano e rodoviário, fiscalização do meio ambiente, combate a incêndios florestais, salvamento terrestre e aquático, apoio em operações contra o crime organizado e transporte de órgãos. Além disso, o Águia ajuda nas atividades de Defesa Civil como transporte de material, medicamentos, víveres e retirada de pessoas ilhadas. 

O Águia 20 será pilotado por cinco oficiais da Polícia Militar, sendo três comandantes e dois co-pilotos. Já a equipe de apoio será formada por 11 praças (soldados, cabos e sargentos). Suas funções vão desde fazer parte da tripulação, até trabalhar como mecânicos e abastecedores. 

Novo "ninho" 

A sede da Base de Radiopatrulhamento Aéreo vai ocupar o Hangar 22 do Aeroporto de Araçatuba, pertencente ao DAESP (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), por meio de cessão de uso não oneroso para o Estado. Até a construção da base própria, o Águia 20 ficará no hangar por dois anos. Se houver necessidade, missões noturnas poderão ser feitas. 

Municípios atendidos 

O CPI 10 possui 43 municípios, distribuídos entre dois Batalhões de Polícia: 

2º BPM/I, Araçatuba – 32 municípios: Alto Alegre, Araçatuba, Auriflama,Avanhandava, Barbosa, Bento de Abreu, Bilac, Birigui, Braúna, Brejo Alegre, Buritama, Clementina, Coroados, Gabriel Monteiro, Gastão Vidigal, General Salgado, Glicério, Guararapes, Guzolândia, Lourdes, Luziânia, Castilho, Nova Castilho, Nova Luzitânia, Penápolis, Piacatu, Rubiácea, Santo Antonio do Aracanguá, Santópolis do Aguapeí, São João de Iracema, Turiúba, Valparaíso. 

28º BPM/I, Andradina – 11 municípios: Andradina, Guaraçaí, Itapura, Ilha Solteira, Lavínia, Mirandópolis, Murutinga do Sul, Nova Independência, Pereira Barreto, Sud Mennucci, Suzanápolis. 

Entrega de vicinais 

Após a entrega do helicóptero Águia, o governador Geraldo Alckmin inaugurou as obras de recuperação das estradas vicinais João Cazerta, que liga a SP 300 à antiga Ceagesp, e Vincenzo Manarelli, acesso da SP 463 aos bairros Água Limpa e Córrego do Roberto. 

As duas vias foram recuperadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão subordinado à Secretaria Estadual de Logística e Transportes, por meio do programa Pró-Vicinais III. 

No total, foram recuperados 18,6 km. As obras tiveram início em setembro de 2009 e foram realizados serviços de recapeamento da pista, sinalização horizontal e vertical, sistema de drenagem e limpeza. O investimento foi de cerca de R$ 4,6 milhões. 

Ainda em Araçatuba, cinco vicinais, totalizando 309,2 km, estão sendo recuperadas e devem ser concluídas ainda este ano. O investimento nessas obras é de R$ 9 milhões. São elas: 

* Estrada que liga Água Limpa, Jacutinga Prata de Baixo e Prata de Cima – Pró-Vicinais IV; 

* Estrada entre Distrito de Engenheiro Taveira e Destilaria Álcool Azul – Pró-Vicinais IV; 

* Estrada de Araçatuba ao Parque Veleiro – Pró-Vicinais IV; 

* Estrada de Acesso ao aeroporto Dario Guarita – Pró-Vicinais III; 

* Estrada de ligação da SP 463 ao Porto Fluvial – Pró-Vicinais III. 

Vicinais recuperadas na região 

Nas proximidades, outras três vias municipais, totalizando 35 km, já foram concluídas e estão localizadas em Castilho, Mirandópolis e Pereira Barreto. Essas obras, que fazem parte do Pró Vicinais IV, receberam investimento de cerca de R$ 5,1 milhões, tiveram início em julho de 2010 e foram concluídas em março deste ano. São elas: 

* Estrada que liga a cidade de Castilho ao Rio Paraná; 

* Estrada entre Segunda Aliança e Mirandópolis; 

* Estrada que liga Mirandópolis e Pereira Barreto. 

Sobre o Pró-Vicinais 

O Pró-Vicinais, que teve início em 2007, é uma parceria entre Governo do Estado e Prefeituras, para a recuperação de importantes vias de responsabilidade e manutenção dos municípios. Ao final, o Estado irá recuperar 12 mil km de vicinais, beneficiando assim 288 municípios e mais de 13 milhões de habitantes. Na região de Araçatuba o investimento do programa é de é de R$84,9 milhões.
 
 
Compartilhar

Notícias relacionadas