Alckmin inicia duplicação da Raposo Tavares entre Itapetininga e Araçoiaba da Serra

O governador Geraldo Alckmin iniciou nesta terça-feira, 5, as obras da duplicação da Rodovia Raposo Tavares (SP 270) entre os municípios de Araçoiaba da Serra (km 115,5) e Itapetininga (km 158,4). A licença de instalação para a obra foi emitida no último dia 30, permitindo sua execução. 

O lançamento das obras teve ainda a presença da diretora geral da ARTESP, Karla Bertocco Trindade, e de autoridades locais.

"Essa é uma rodovia estrutural e nós queremos ter o binário Castello/Raposo totalmente duplicado. E hoje quando se analisa São Paulo, e até o Brasil, essa região do binário Castello/Raposo é a campeã de novos investimentos, que vão gerar emprego, gerar oportunidade. Ela é uma rodovia importantíssima porque atende toda a região sudoeste do Estado, liga com o Paraná e até MS, uma rodovia de estratégia para o desenvolvimento de São Paulo", afirmou o governador.

A duplicação será realizada pela SPVias, concessionária que administra o trecho, em duas etapas. Entre Araçoiaba da Serra (km 115,5 ao 132,62) e Capela do Alto a conclusão está prevista para maio de 2013. O trecho restante até Itapetininga (km 132,62 ao 158,4) será finalizado até março de 2014. Ao todo serão investidos R$ 195 milhões no conjunto de obras que integram a duplicação da via. Serão gerados 700 empregos diretos.

Bastante esperada pela região, a duplicação da Raposo Tavares foi antecipada em dois anos, conforme definido na adequação de contrato firmada entre a ARTESP (Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo) e a SPVias em fevereiro de 2009. O edital de concessão estabelecia sua realização entre 2013 e 2015.

Além de melhorar a fluidez do tráfego e proporcionar maior segurança aos usuários, a obra permite intensificar o desenvolvimento da região sudoeste do Estado de São Paulo ao facilitar o acesso aos municípios de Araçoiaba da Serra, Alambari, Sarapui, Capela do Alto e Itapetininga.

Durante as obras de duplicação serão construídos:

* 42,9 quilômetros de pista duplicada entre o km 115,5 e o km 158,4;

* 42,9 quilômetros de restauração do pavimento existente entre o km 115,5 e o km 158,4;

* dois dispositivos de acesso e retorno em Araçoiaba da Serra;

* dois dispositivos de acesso e retorno em Capela do Alto;

* três dispositivos de acesso e retorno em Alambari;

* um dispositivo de ligação em Itapetininga;   

* remodelação de dois dispositivos de acesso e retorno em Itapetininga;

* 18 novos viadutos e pontes;

* adequação de uma passarela;

* remodelação de 19 pontos de ônibus ao longo do trecho.                        

Programa de Concessões Rodoviárias de São Paulo

O Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo teve início em 1998 com a concessão de 12 lotes de rodovias. Os investimentos já realizados na malha dessa 1ª Etapa somam 20 bilhões de reais (valores atualizados). O principal resultado são viagens muito mais confortáveis e seguras: o índice de mortos nas rodovias concedidas está 39,4% menor em relação ao ano de 2000. Além disso, essas rodovias figuram entre as melhores do país, de acordo com avaliação da Confederação Nacional dos Transportes.
 

Nos trechos rodoviários administrados pela SPVias, com fiscalização da ARTESP, já foram investidos R$ 870 milhões em obras de ampliação e melhoria das rodovias da região e mais de R$ 1 bilhão em serviços operacionais como socorro médico e mecânico. Entre as obras executadas estão 66 quilômetros de duplicação, 20 quilômetros de faixa adicional, 419 quilômetros de acostamento, 653 quilômetros de recapeamento, 37 dispositivos de acesso e retorno, 5 pontes e 7 passarelas. (Da Secretaria de Logística e Transportes) 

Compartilhar

Notícias relacionadas