Atraso do SUS coloca hospital de Itaporanga em dificuldades

O governo federal atrasou em dez dias o repasse de R$ 2,3 bilhões do S.U.S (Sistema Único de Saúde) que deveria ter sido feito aos Estados e municípios em dezembro. O pagamento deveria ter sido feito no dia 7/12, mas só começou a ser realizado nesta sexta-feira 17/12. Em decorrência disso o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças de Itaporanga  também ficou sem receber o repasse o que causou atrasos nos pagamentos aos funcionários.


A demora aconteceu, pois o Ministério da Saúde só tinha autorização para repassar aos Estados e Municípios R$ 2 bilhões e precisava da aprovação de crédito suplementar de R$ 300 milhões para poder enviar toda a verba.

O Congresso só aprovou o crédito suplementar na última quinta-feira (16). 
O atraso levou gestores de hospitais a recorrerem a empréstimos para pagar salários e o 13º dos funcionários. Atraso no repasse como este não acontecia há mais de dez anos. 
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas