Botucatu na “Dança da Galera” do Domingão do Faustão

Dança da Galera1_fotos Cesar CulichePonte Rafael Sampaio_Foto Carlos PessoaItinerários Abrigos de OnibusPonte Rio Capivara_3

E mais: Prefeitura recupera ponte do Capiva e libera tráfego na Alcides Soares, Liberada ponte da Rafael Sampaio, Teatro Municipal encontra-se em manutenção, Governo do Estado libera colchões e materiais para a Defesa Civil, Abrigos de ônibus passam a conter informações sobre itinerários e Educação Especial abre inscrições para professores

Liberada ponte da Rafael Sampaio

Liberação Ponte Rafael

Após vistoria feita na manhã desta sexta-feira (18), ao lado do coordenador da Defesa Civil do município, Paulo Renato da Silva, o secretário municipal de Obras, André Peres, autorizou a liberação do tráfego de veículos na ponte sobre o rio Lavapés, localizada na Rua Raphael Sampaio, na região central da Cidade. O trecho estava interditado desde julho do ano passado, quando as fortes chuvas danificaram o muro de contenção da ponte e oferecendo risco à população.

O serviço foi executado pela empresa Redondo – Gerenciamento de Obras Ltda. ao valor de R$ 204.935,76. Além da reconstrução do muro de contenção de cerca de seis metros de altura também foi recuperada a ala lateral da ponte por meio do sistema de gabiões (estruturas de ferro armadas com pedras). O serviço incluiu ainda terraplenagem, talude e recuperação de tubulação.

“A obra principal está pronta, que era a recuperação do muro de contenção com utilização de gabiões. A equipe está terminando de fazer o muro da lateral da ponte, e em seguida vai instalar novo alambrado na área que faz divisa com o camelódromo. Ainda faltam alguns serviços complementares que serão feitas a partir de segunda-feira, como a recuperação das calçadas e o recape do trecho central da pista. O mais importante é que o trânsito já foi liberado no local”, comenta Peres.

Liberação Ponte Rafael Sampaio_fotos Cesar CulichePonte Rafael Sampaio_Foto Carlos Pessoa
 

Botucatu na "Dança da Galera" do Faustão

Dança da Galera1_fotos Cesar Culiche

Em reunião realizada no gabinete do Poder Público Municipal, na tarde da última quinta-feira (17), foi confirmado que Botucatu foi escolhida pela produção da Rede Globo para participar do quadro “Dança da Galera”, do programa Domingão do Faustão.

Estiveram presentes no encontro o prefeito João Cury Neto; secretário adjunto de Turismo Fredi Pimentel; os assessores da pasta Luciana Alho e Thiago Donini e parte da equipe da produção do quadro representada pelo diretor Henrique Matias e a produtora Cecília Bellard.

O "Dança da Galera" teve início em 2012 e está em sua segunda temporada. No quadro, duas cidades brasileiras se enfrentam para mostrar suas coreografias. A vencedora do confronto leva R$ 100.000,00, dinheiro que é diretamente voltado para a Pastoral da Criança do Município.

A produtora Cecília Bellard explica que além de Botucatu irão participar dessa temporada mais cinco cidades: Coruripe (Maceió); Corumbá (Mato Grosso do Sul); Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul); Guarapari (Espírito Santo) e Cruzeiro do Sul (Acre).
“Geralmente escolhemos uma cidade por região para participar do quadro e no caso da área Sudeste duplicamos desta vez com a escolha de Botucatu e Guarapari. Apesar de já temos escolhido as cidades participantes, os confrontos ainda não foram definidos”,  comenta.

Ensaios e gravações – O quadro "Dança da Galera" irá reunir mais de 1.500 pessoas de Botucatu para realizar uma dança conhecida como “coreografia massiva”, como acontece nas aberturas das Olímpiadas. A dança será coordenada pela emissora e por uma equipe internacional comandada pelo italiano, stage manager, Alberto Carmignani, que participou da produção da festa brasileira no encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

De acordo com a produção da Globo, todas as pessoas acima de 12 anos podem se inscrever para participar da dança.  “Não é necessário saber dançar, simplesmente o pré-requisito é ter disposição e vontade de representar Botucatu nesta disputa”, reforça o diretor.

A equipe de produção do "Dança da Galera" estará em Botucatu a partir de 25 de fevereiro acompanhada de dois artistas globais para divulgar as inscrições, realizar audições e ensaios. A previsão é que a equipe deverá permanecer na Cidade, filmando todas as etapas do projeto, por duas semanas até a gravação final da dança, uma espécie de reality show.

A assessora administrativa da subsecretaria de Turismo, vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Luciana Alho, conta que as inscrições estão previstas para serem realizadas no Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci”.

Belezas de Botucatu – Segundo o diretor Henrique Matias, Botucatu foi escolhida para participar do quadro porque preencheu todos os requisitos que o projeto exige, como possuir em média 100 mil habitantes (Botucatu tem 127 mil); locais para ensaio, adições, inscrições; e principalmente um lugar lindo para fazer as gravações. E foi justamente este último quesito que mais impressionou a produção do quadro, que escolheu a rampa “Na Base da Nuvem” de voo livre, com vista para a Cuesta de Botucatu, como cenário para a apresentação da dança. “Acredito que Botucatu será um dos lugares mais bonitos que vamos gravar este quadro”, afirma.

O secretário de Desenvolvimento, Narcizo Minetto Júnior, classifica que Botucatu, ao ser escolhida a participar deste programa, começou o ano com o pé direito na área de Turismo. “Botucatu, graças ao esforço do subsecretário de Turismo e sua equipe, começa a ganhar mais espaço na televisão para mostrar sua população e suas belezas naturais. Por meio deste programa vamos mostrar não só para Brasil, mas também para o mundo, o povo de Botucatu através de sua dança e num dos lugares turísticos mais bonitos da Cidade”, afirma.

Dança da GaleraDança da Galera2 

 

Prefeitura recupera ponte do Capiva e libera tráfego na Alcides Soares

Ponte Rio Capivara_Fotos Carlos Pessoa

Em menos de 48 horas, a Secretaria Municipal de Obras executou a recuperação da ponte do Rio Capivara, na rodovia Alcides Soares, que foi danificada com a chuva forte que atingiu a cidade na última quarta-feira (16). O risco iminente de rompimento do asfalto levou a Defesa Civil do município a interditar a ponte. Na tarde desta sexta-feira (18), o trecho voltou a ser liberado ao tráfego de veículos.

Desde as primeiras horas da manhã, funcionários da Secretaria Municipal de Obras, da Subprefeitura de Vitoriana, das empresas Gruppi Caçamba, Disk Caçamba e Areia Rays, além de voluntários, trabalhavam na recuperação das cabeceiras da ponte que foram destruídas em razão do aumento do volume e da força das águas do Rio Capivara. O serviço foi acompanhado de perto pelo secretário de Obras, André Peres; pelo coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva e pelo subprefeito de Vitoriana, Márcio Roberto dos Santos.

“Recuperamos o pavimento e a ala da ponte que cedeu, trazendo material para aterrar a parte que foi danificada. Felizmente a estrutura da ponte continua preservada. Apenas as cabeceiras foram abaladas. Utilizamos quatro caminhões e uma escavadeira hidráulica. Com o tempo firme foi possível executar os serviços rapidamente. Solicitamos que os motoristas adotem cautela e reduzam a velocidade no trecho próximo à ponte”, informa Peres.

A liberação da Ponte do Capivara tornou-se urgente depois que a Polícia Rodoviária e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) decidiram interditar o trecho da Rodovia Geraldo Pereira de Barros (SP 191), na altura da ponte do Araquá, que também foi danificada pelas chuvas. A via vinha sendo usada como alternativa de acesso por moradores de bairros como Rio Bonito, Mina, Alvorada da Barra e Porto Said. “O pessoal ficou praticamente ilhado. Por isso esse trabalho é de extrema importância. Vimos aqui o empenho de voluntários, de parceiros, dos funcionários da Secretaria de Obras e da Subprefeitura de Vitoriana para agilizar a liberação da estrada o quanto antes. Felizmente, o município tem dado uma resposta rápida aos danos causados pela chuva”, salienta o coordenador da Defesa Civil.

“Moro aqui em Vitoriana há quarenta anos e nunca tinha visto o rio transbordar dessa maneira. Felizmente o sol apareceu e o trabalho foi executado com rapidez para liberação da estrada, que é vital para a ligação com bairros como Rio Bonito e Mina e a região de Piracicaba e Santa Maria da Serra”, avalia o subprefeito de Vitoriana.

Ponte Rio Capivara_3Ponte Rio Capivara_4Ponte Rio Capivara_7Ponte Rio Capivara_Foto Carlos Pessoa_2
 

Estado libera colchões e materiais para a Defesa Civil

A Defesa Civil do Estado de São Paulo disponibilizou nesta sexta-feira (18), materiais de necessidades básicas, ao município de Botucatu. Os donativos serão entregues para a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil e parte distribuída para as vítimas de inundações, ocasionadas pelas fortes chuvas que atingiram a cidade nos últimos dias.

“O prefeito João Cury encaminhou ofício ao Governo do Estado solicitando materiais de ajuda humanitária para atender as vítimas do temporal dessa semana e ao mesmo tempo abastecer os estoques da Defesa Civil. Recebemos a boa notícia que esses materiais foram liberados e serão importantes no auxílio à população”, declara o coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva.
A previsão é que Botucatu seja contemplada com 35 colchões, 35 cobertores, 35 lençois, 10 kits de limpeza e 10 kits de higiene.
 

Abrigos de ônibus com informações sobre itinerários

Itinerários Abrigos de Onibus

Os abrigos de ônibus de Botucatu começaram a receber adesivos que trazem informações sobre os itinerários das linhas do transporte coletivo. A ausência desse tipo de indicação era uma reclamação recorrente dos usuários, sobretudo aqueles pouco familiarizados com as rotas e os bairros atendidos pelas empresas Stadtbus e Sant´Anna.

Mapas esquemáticos já estão sendo instalados nos principais pontos de embarque e desembarque de passageiros, informando os números das linhas que passam pelo ponto em que o usuário se encontra, além do itinerário resumido que cada ônibus percorre. Acredita-se que mais de 27 mil usuários de ônibus serão beneficiados com a divulgação destas informações. A primeira etapa do projeto prevê a instalação de painéis em 20 abrigos de ônibus espalhados pela Cidade. Até o final de 2013, a meta é atingir 100 pontos.

Além dos adesivos, os usuários do transporte coletivo podem ligar para os números 156 para pedir informações. O site da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (semutran.botucatu.sp.gov.br) também traz a lista das linhas com os itinerários completos percorridos pelos coletivos.

A prefeitura, em parceria com as empresas que operam o sistema de transporte coletivo, também distribui gratuitamente um guia com a tabela dos horários de todas as linhas que servem a Cidade. “Esse diagrama esquemático é comum em grandes centros e garante modernidade ao sistema, assim como outras ações que adotamos como a instalação dos contadores regressivos e os semáforos com lâmpadas led. Nosso objetivo é colocar Botucatu em um patamar de destaque e garantir a melhoria dos serviços prestados aos usuários”, declara Ferraudo.

Mais novidades – No mês de março, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana deverá licitar a implantação de GPS em todos os 60 ônibus das empresas Stadtbus e Sant´Anna que operam no sistema de transporte público. Essa inovação que está sendo proposta pelo poder público será tema de análise e aprovação pelo Conselho Municipal de Transporte Coletivo (CMTC), em reunião marcada para o dia 24 de janeiro, às 19 horas, na Casa dos Conselhos.

E a partir da próxima segunda-feira (21), a Prefeitura aplicará um questionário aos usuários do transporte coletivo para avaliar a qualidade do serviço que está sendo prestado na cidade. “Serão quinze perguntas para avaliar itens importantes como pontualidade, limpeza, tempo de percurso a pé, atendimento. Com base nas informações vamos direcionar nossas ações. Começaremos ouvindo os usuários da Stadtbus e logo depois com usuários da viação SantÁnna. A pessoa poderá levar o questionário para responder em casa e depois devolvê-lo para o cobrador”, explica Ferraudo.

 

Educação Especial abre inscrições para professores

A Secretaria Municipal de Educação, através da Coordenadoria de Educação Especial, comunica que estão abertas inscrições para professores que tenham interesse em lecionar nas classes remanescentes de Educação Especial de Botucatu. A atribuição acontece no dia 1º de fevereiro, às 19 horas, na Sala de Teleconferência da SME.

Podem se inscrever apenas professores da Rede Municipal de Ensino e que possuam habilitação em educação especial e/ou psicopedagogia. Os professores interessados às vagas, no ato da atribuição, deverão entregar o comprovante da especialização e /ou certificado de conclusão de curso de psicopedagogia.

As inscrições tiveram início nesta sexta-feira (18) e seguem até 31 de janeiro. Elas devem ser efetuadas no site www.educatu.com.br.  O critério de classificação será pelo tempo de efetivo exercício na Rede Municipal de Ensino no cargo de professor até 31 de outubro de 2012.

 

Teatro Municipal encontra-se em manutenção

A administração do Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci” informa que o mesmo se encontra fechado desde o início do mês de janeiro de 2013 para a realização de serviços de manutenção. Entre eles estão a troca do sistema de alarme, revisão da iluminação cênica e equipamento de som.

Segundo o administrador Tico Vilela, teatro deverá ser aberto para agendamentos a partir do dia 15 de fevereiro. “A abertura da agenda nesta data irá depender somente do término da manutenção”, explica.
As atividades normais da casa serão retomadas a partir do mês de março.

Serviço
Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci”
Praça Coronel Moura, nº 27, Centro
Telefone: (14) 3882-9004

Compartilhar

Notícias relacionadas