Coronel Macedo: Mutirão Oftalmológico zera fila de dois anos de urgências

 

Boa vontade e pouco investimento – Com o objetivo de solucionar o grave problema de Saúde que o município vinha enfrentando na área de Oftalmologia, que tinha uma fila de pacientes em espera de dois anos, com 150 casos de média e alta complexidade, o prefeito José Roberto Santinoni Veiga “Betinho”, através da Secretaria de Saúde firmou parceria com o setor de Oftalmologia da FMB/Unesp de Botucatu, que enviou ao município nesta segunda-feira (25) o ônibus Unidade Móvel com uma equipe de sete médicos oftalmologistas, que zeraram essa fila.

O atendimento inicial, a triagem desses 150 casos foi feita no salão Paroquial e depois os casos já pré-diagnosticados encaminhados para a Unidade Móvel, que é dotada com dois consultórios, onde dois especialistas com equipamentos de última geração finalizaram o atendimento.

Segundo o secretário de Saúde do município, Geraldo Rivera, essa parceria com a Oftalmologia da Unesp/Botucatu custou ao município R$ 6.440,00 para o atendimento dos 150 pacientes de média e alta complexidade.

“Com esse trabalho que envolveu também o trabalho de nossos servidores da Saúde, no apoio à equipe, foram encontrados 67 casos de encaminhamentos, já com o pré agendamento para tratamentos, sendo 03 urgências, 20 glaucomas, 17 cataratas, 12 plástica ocular, 13 retinas e 01 superfície ocular. Zeramos as urgências, emergências e cirurgias e continuamos no dia a dia oferecendo atendimento Oftalmológico na nossa rede de Atenção Básica”, informou o secretário Geraldo Rivera.

Rivera informou ainda que o prefeito “Betinho” está muito comprometido em solucionar os problemas de saúde de média e alta complexidade da população macedense, tanto que no mês de abril passado viabilizou um mutirão para Tomografias, que na ocasião atendeu 70 casos. E que o próximo passo agora será o mutirão de cirurgias.

Compartilhar

Notícias relacionadas