Crise: Prefeitura de Avaré admite problemas e faz esclarecimentos

Em decorrência de queda nas arrecadações federais e estaduais, está tendo dificuldades para pagamentos de salários, fornecedores, cartão alimentação e nesta segunda-feira (29), problema no fornecimento de marmitas a servidores do Pronto-Socorro da Santa Casa local.

Em nota da assessoria de imprensa, “a Prefeitura esclarece que o problema no fornecimento de marmitas no Pronto Socorro (PS) nesta segunda-feira, 29, ocorreu em razão da falta de dotação orçamentária da ficha para custeio dessa despesa. A Prefeitura tem contrato vigente com uma empresa fornecedora de marmitas. Uma ata de registro de preços foi firmada para aquisição da alimentação diária. Periodicamente, a Secretaria de Saúde faz pedidos de um volume de marmitas. Ocorre que a ficha para pagamento dessa despesa está esgotada e precisa de remanejamento de orçamento.
Em outras palavras, precisa de recurso destinado exclusivamente a essa finalidade.

A Saúde já fez a solicitação de remanejamento ao Departamento de Contabilidade e enquanto a marmita não é entregue, será adotado regime de rodízio para almoço aos funcionários do Pronto Socorro.

Em relação ao atraso no pagamento do cartão alimentação, fato também reclamado pelos servidores do PS, a Prefeitura reitera que vem passando por sérias dificuldades financeiras.

Quase 70% da receita do município é oriunda de repasses federais e estaduais. Nos últimos meses, essas transferências tiveram queda abrupta, prejudicando o fluxo de caixa da Prefeitura, que vem enfrentando dificuldade para pagar salários e fornecedores. Para minimizar os efeitos da recessão econômica, o município já adotou medidas de redução de despesas, tais como exoneração de cargos nomeados, corte no montante horas extras trabalhadas e gratificações.

A Secretaria de Saúde reafirma seus esforços para manter normalizado o atendimento à população no Pronto Socorro e postos de atendimento em bairros da cidade”.

O prefeito Poio Novaes é um dos vários da região, que deixaram de concorrer à reeleição.

Compartilhar

Notícias relacionadas