DER erra feio no local de instalação de placa na SP-281; e sem providências, erosões avançam no km 353 da SP 255

placaPlaca errada na SP 281 em Itaporanga-SP1ª Erosão acostamento km 353 da SP 2551ª Erosão_a acostamento km 353 da SP 255

O D.E.R. – Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo realizou no final da semana passada, instalações  de duas placas próximas da entrada de Itaporanga, com indicações de sentidos a seguir para cidades. Uma, instalada na rodovia Jurandir Ciciliano(SP 255), próxima da ponte do Bairro Rio Verde, está correta.

Placa errada na SP 281 em Itaporanga-SP

Mas, a instalada na rodovia Aparício Bíglia Filho (SP 281), a cerca de 500 metros do trevo de Itaporanga está errada nas indicações dos sentidos para as cidades de Itaporanga, Cel. Macedo, Riversul e Itararé.  Ela indica no sentido reto a cidade de Coronel Macedo (quando deveria ser Itaporanga, que erroneamente está indicada no sentido esquerda. Nessa direção são as cidades de Santana do Itararé-PR e Barão de Antonina-SP), e com indicações à direita estão as cidades de Riversul e Itararé, que naquela altura da rodovia ficaram para trás. Nesse sentido o correto seriam as cidades de Cel. Macedo e Taquarituba.

A referida estaria certa se fosse colocada na SP 255 – entre o trevo e a Chácara Olímpia –  para os que vêm do Estado do Paraná, via Santana do Itararé ou Salto e Barão de Antonina. No entanto, não foi construída nenhuma base de concreto para fixação dela no referido trecho.

Para os motoristas que vêm dos estados do Sul, via Itararé/Riversul, acostumados a passar pelo local,  talvez nem notem a placa errada, mas os que passam pela primeira vez pela via, ao chegarem a Itaporanga, certamente terão transtornos se seguirem a placa, que já virou piadas entre os que a usam todos os dias.  Uma dessas brincadeiras dizem que os funcionários do DER, embalados pelas ondas de protestos estão reivindicando aumento salarial e fizeram isso de propósito e só vão trocar a placa se o governo conceder o aumento. Outra diz que o GPS da equipe da engenharia do DER, que elaborou o projeto anda “doidão”, ou o que está “doidão” é o da equipe que fez a instalação.

1ª Erosão acostamento km 353 da SP 2551ª Erosão_a acostamento km 353 da SP 2551ª Erosão_b acostamento km 353 da SP 2552ª Erosão acostamento km 3531ª Erosão_c acostamento km 353 da SP 255

Porém, há os que dizem que essa de instalação de placas não é prioridade, e que a prioridade mesmo seria o conserto, urgente, de duas erosões a poucos quilômetros dali, na margem direita sentido Itaporanga/Cel. Macedo.

Motivo de grande preocupação do prefeito Zé do Nute, de Itaporanga, que já conversou, encaminhou ofícios ao DER, pediu intercessões de deputados e outros contatos  para auxiliá-lo na resolução desse problema, essas erosões parecem que não estão sendo levadas a sério pelos responsáveis, no caso, o DER, através do Estado para repará-las. “Em trocas de ofícios, conversas pessoais e outras o DER diz que esse serviço já está no cronograma de execução por uma empresa contratada pelo DER para fazer isso, mas não nos informam datas previstas para início dessas obras de reparação”, disse o prefeito itaporanguense, que informou ainda que há muito vem sendo cobrado pela população.

“E ela(população) está certa. Mas isso é responsabilidade do Estado. É um serviço caro e o município não tem e mesmo que tivesse não poderia aplicar recursos nisso, pois, implicaria em crime previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Você não pode tirar dinheiro do município para gastar em bens ou entes que sejam do Estado ou da Federação”, finaliza.

Além da atuação do prefeito, essas erosões já foram  amplamente noticiadas pela imprensa, pela gravidade que elas representam, como um repentino avanço invadindo totalmente a pista, ou uma eventual colisão frontal exatamente no km 353 onde a erosão é mais grave, já engoliu o acostamento e parte da pista.

Nesse ponto já é visível e sentido um afundamento da pavimentação nas duas faixas, dando sinais de que a qualquer momento – num período chuvoso – a pista possa estourar. E além disso, como está, os condutores que seguem sentido Coronel Macedo são obrigados, para não passarem muito próximos do buraco, a invadir parte da pista contrária e é exatamente essa manobra que se feita à noite e com tempo chuvoso, ao cruzar com o que vem em sentido contrário, poderá causar um acidente como uma colisão frontal com danos imprevisíveis, pelo fato da grande maioria de veículos que trafegam serem de pesados, caminhões e ônibus.

O ItapoNews fez contato telefônico na Superintendência do DER em Itapetininga(secretária do gabinete), enviou fotos da placa e das erosões e solicitou informações sobre as duas coisas. Porém, o órgão informou que no caso da placa, seria “designado um engenheiro para verificar in loco”, e sobre previsão para início das obras de reparação e combate das erosões, não teve informação. 
 Placa correta na SP 255 em Itaporanga-SPplaca

Compartilhar

Notícias relacionadas