Itararé: Prefeita recebeu delegados de polícia em seu gabinete

Na manhã do dia 22 de fevereiro de 2013, a prefeita Cristina Ghizzi, recebeu em seu gabinete o delegado da seccional de Itapeva, José Carlos Bertolucci e o delegado de polícia de Itararé, Vitor Bacetti. O encontro foi para selar o plano de desativação das cadeias públicas na região.

Conforme exposto por Bertolucci, a cadeia pública de Itararé vinha sofrendo problemas estruturais, como excesso de presos, inclusive de detentos vindos de outras cidades, como Itapetininga. “Isso estava nos causando grande transtorno, pois tínhamos que desviar funcionários que deveriam estar atendendo a população cuidando de outros assuntos internos”, disse.
Bertoluuci afirmou ainda que com a remoção dos detentos para a Centro de Detenção Provisória (CDP), em Cerqueira César, o prédio passará por adaptações para melhor atender à demanda de trabalhos da polícia civil. 
Vitor Bacetti aponta que o principal benefício dessa transferência é a segurança da população local, uma vez que a cidade não abrigará mais uma cadeia pública e com isso haverá a anulação de riscos como motins, fugas e resgates de presos. Outro fator importante abordado pelo delegado, foi sobre a Polícia Militar. “Esses profissionais poderão focar seus trabalhos no policiamento preventivo e não mais se preocupar em fazer escoltas para os presos”, destacou.
Desde 2000, 290 das 347 cadeias do Estado de São Paulo foram fechadas e, com isso, houve uma redução de presos nesse tipo de cárcere. De acordo com informações repassadas pelo delegado seccional, além de Itararé, outra cadeia que será desativada é a de Capão Bonito. Itaberá continuará com a cadeia feminina e Itapeva será uma central recebedora de presos da sub-região.  
 
Camila Alcântara
Assessoria de imprensa
 
{vsig}itarare-26-fevereiro-2013/delegado{/vsig}

 

Compartilhar

Notícias relacionadas