Livro do escritor Vanderlei Lima sobre o mosteiro de Itaporanga será lançado nos dias 10 e 11 de outubro

Prefaciada pelo cardeal Dom Orani Tempesta (cisterciense), a obra de 124 páginas de Vanderlei Lima fala da vida monástica da dos monges e monjas da Ordem Cisterciense, surgida em 1098 em Cister (França).

Segundo o autor, o livro tem o objetivo de divulgar os cistercienses já presentes no Brasil desde 1936, com o primeiro mosteiro fundado por monges alemães de Himmerod, em Itaporanga-SP.

Lançada pela Editora Ixtlan, tem longo prefácio do Cardeal Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, que é cisterciense, e foi revisada por vários monges e monjas especialistas nos temas tratados. A revisão geral coube a Margarida Hulshof, leiga, escritora e tradutora, de Holambra (SP), à Madre Maria Elisabeth da Trindade, priora do Mosteiro Nossa Senhora Aparecida, de Campo Grande (MS), e ao Pe. Roberto Xavier Fernandes, O. Cist., da Abadia de Nossa Senhora de Santa Cruz, de Itaporanga (SP).

Dividido em seis capítulos, o livro tem início com a vida monástica eremítica cristã no Oriente e no Ocidente; fala de São Bento de Núrsia, grande legislador dos monges do Ocidente, patrono da Europa e invocado pelo povo, por meio de sua medalha, como protetor de animais domésticos, veículos e defensor contra bichos peçonhentos e tentações diabólicas; trata da fundação da Ordem Cisterciense, cujo nome se deve à região em que ela nasceu: Cister (França), em 1098; comenta a vida de São Bernardo de Claraval, grande impulsionador da Ordem e intelectual do século XII, bem como apresenta pontos importantes da espiritualidade monástica cisterciense, chegando, por fim, aos oblatos (em português: oferecido ou ofertado).
O termo designava os meninos ofertadas pelos pais a fim de serem educadas nos mosteiros; hoje se refere a leigos(as) ou padres diocesanos que, sem deixar o dia a dia, também querem viver a espiritualidade cisterciense se ligando a um dos mosteiros masculinos ou femininos. Ambos aceitam, conjuntamente, homens e mulheres na condição de oblatos.

Objetivos: O livro pretende divulgar os Cistercienses já presentes no Brasil desde 1936, com o primeiro mosteiro fundado por monges alemães de Himmerod, em Itaporanga (SP), mas, apesar de a Ordem contar com oito mosteiros (cinco masculinos e três femininos), ainda é pouco conhecida. Quer também angariar recursos para esses monges e monjas, de modo que adquirindo a obra se tem a oportunidade de melhor conhecer a vida monástica e, com a pequena renda do livro, ajudar aqueles e aquelas que, por missão primeira, rezam pela humanidade.

A obra será lançada em Itaporanga e região nos dias 10 e 11 de outubro em horários a serem divulgados em breve, mas já está à disposição dos interessados a preço acessível, ainda que por encomenda, na própria Abadia Nossa Senhora de Santa Cruz. Avenida Santa Cruz, n. 249, Itaporanga. Telefones: (15) 3565-3533 / 3565-1245, ou com o próprio autor pelo e-mail: [email protected]

Escritor Vanderlei Lima
Escritor Vanderlei Lima

O autor: Vanderlei de Lima é filósofo pela PUC-Campinas com conhecimentos nas áreas de Teologia e Parapsicologia. Professor. Escritor. Colabora com diversos jornais: Jornal da Comarca, Pedreira (semanalmente) e Portal Cidade de Itapira (semanalmente); A Tribuna, Amparo; Tribuna, Itapira; Correio Popular, Campinas; Zenit, Roma etc. (esporadicamente).
Publicou artigos científicos e livros, dentre os quais se destacam as duas recentes obras: Obedecer antes a Deus que aos homens (sobre objeção de consciência) e Um oportuno alerta sobre “aparições” e revelações particulares.

Compartilhar

Notícias relacionadas