Paraná: Ministro da Saúde vem ao estado para anunciar reforço no atendimento aos pacientes da nova gripe

O secretário da Saúde, Gilberto Martin, informou nesta quinta-feira (30) que o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, virá ao Paraná na próxima terça-feira (4) quando anuncia investimentos para reforçar a assistência à saúde dos pacientes com a nova gripe. “Ainda não é possível informar quanto será investido nesta fase. O anúncio será feito pelo ministro, que também repassará a programação de implantação das Unidades de Pronto-Atendimento (UPA 24h) no Estado”, afirmou o secretário.

O acerto feito entre o Governo do Estado e o Ministério da Saúde também vai ao encontro das iniciativas que a própria Secretaria Estadual da Saúde já vem adotando no Paraná. “Já disponibilizamos 50 conjuntos de instrumentos compostos por um monitor, um oxímetro e um respirador, que poderão ser adaptados em leitos de cuidados intermediários. Enviaremos estes equipamentos para os hospitais que tiverem a maior demanda, começando pela Grande Curitiba e por Foz do Iguaçu”, disse Martin.

O secretário informou também que mais 300 leitos gerais serão colocados à disposição para absorver a demanda nesta fase. “Nossa preocupação agora é com a rede de assistência. Temos mais de 2 mil postos de saúde nos 399 municípios do Paraná e 1.672 equipes de saúde da família preparadas para realizar o primeiro atendimento aos doentes e um hospital em cada uma das 22 Regionais de Saúde, além dos quatro hospitais de referência para atender os casos graves”, enfatizou.

Além disso, o governador Roberto Requião já havia antecipado na terça-feira (28) que o Governo do Estado poderá utilizar as estruturas do Centro Hospitalar de Reabilitação Ana Carolina Moura Xavier, em Curitiba, e do Hospital Infantil de Campo Largo, que será inaugurado em breve, como apoio na assistência aos pacientes com complicações da nova gripe.

O secretário ressaltou ainda que a preocupação com a assistência é para evitar que mais pessoas morram em consequência do agravamento da doença. “Estamos focados na assistência para evitar as mortes, porém temos a clareza que a maioria dos casos confirmados tem quadro leve de gripe e se recupera bem”, complementou.

O secretário também reforçou que a medida da suspensão do início das aulas tem como objetivo tranquilizar a comunidade, uma vez que outras instituições no Estado e no País já estavam adotando a medida. “Esta situação acabava por gerar desencontro de informações e apreensão na população”, disse.

Para ele medidas como a suspensão de aulas não altera o comportamento da doença, apenas torna lento o processo de transmissão. “O enfrentamento desta pandemia é uma travessia de longo curso, pois teremos a vacina disponível no Brasil apenas em março de 2010. Até lá as medidas de prevenção e assistência são as melhores maneiras de conter a epidemia”, disse.

UPA – As Unidades de Pronto Atendimento – UPA 24h são estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, onde em conjunto com estas compõe uma rede organizada de Atenção às Urgências.

 

Compartilhar

Notícias relacionadas