PM de Itaporanga prende dois em flagrante: um por porte de arma e ameaça, e outro por embriaguez ao volante

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOs PMs Castilho e Loureiro atuaram em duas ocorrências nesta sexta-feira(11). A primeira foi a de porte ilegal de arma de fogo na Rua Antonio Abdalah, na Vila Alvorada. Por volta das 10h30 a Polícia Militar recebeu denúncia de um morador informando que seu vizinho o tinha ameaçado de morte e estava com um volume na cintura, que parecia ser um revólver.

OLYMPUS DIGITAL CAMERAChegando no endereço os PMs encontraram Valdir Aparecido Ferreira, de 47 anos, e na busca em sua residência com a sua autorização foram encontrados um revólver calibre 38 e uma garrucha 22, além de 05 munições intactas e 4 deflagradas.

Aos policiais ele disse que as armas eram suas, sendo que a garrucha pertenceu a seu pai e que o revólver havia comprado de um estranho, pois trabalha como guarda em um posto de combustíveis da cidade e que a arma era para  a sua segurança. Disse que realmente teve desentendimento com o vizinho, mas que não desejava fazer algo que o prejudicasse e nem era sua intenção feri-lo com a arma.

Conduzido preso à Delegacia de Polícia, o delegado José Carlos Fernandes ratificou a prisão em flagrante e o indiciou por porte irregular de arma de fogo e ameaça. Em seguida foi encaminhado à Cadeia Pública de Sarutaiá, onde se encontra à disposição da Justiça.

Embriaguez ao volante: fazia ziguezague pela SP-281

Por volta das 17h30, o caminhoneiro José Batista Leite, de 43 anos conduzia seu veículo pela SP-281 (Rodovia Aparício Bíglia Filho) sentido Riversul/Itaporanga e a uns 500 metros da rotatória (Trevo de Itaporanga) um VW Gol preto fazendo ziguezague na pista acabou batendo no lado esquerdo do para-choque do seu veículo, causando danos no seu, bem como no carro.

E que o condutor, que aparentava estar bastante alcoolizado,  após bater saiu em alta velocidade, entrando em Itaporanga pela Avenida Natália Valente Ferraz, e ao retornar, acabou abordado pelos PMs e tentou fugir por um terreno baldio, mas acabou capturado e constatado a sua embriaguez. Tentou ainda resistir à prisão e foi necessário que os policiais fizesse  uso moderado de força para contê-lo.

Conduzido à Delegacia de Polícia, ele foi identificado como Vagner Correia dos Santos, de 27 anos, conhecido como “Guinho”, morador na Vila Santa Terezinha em Riversul, e que o veículo era de um parente de quem ele havia emprestado para dar uma volta. Diante disso, o delegado José Carlos Fernandes ratificou a prisão e o indiciou por embriaguez ao volante. Depois foi conduzido à Cadeia Pública de Sarutaiá, onde se encontra à disposição da Justiça.

Compartilhar

Notícias relacionadas