Polícia prende em Riversul um suspeito de participação no seqüestro e roubo do Banco do Brasil de Itaporanga

Seis elementos fortemente armados, mas sem disparar um tiro sequer, e sem aparecer na própria agência, efetuaram um assalto que fala-se ser milionário na agência do Banco do Brasil de Itaporanga. O método usado foi o de render, sequestrar e manter funcionários em cárcere em suas próprias residências, por mais de seis horas. Na fuga, levaram funcionários como reféns e seus familiares, que foram liberados em Taquarituba-SP 


De acordo com a Polícia Civil de Itaporanga, no ultimo dia 05, por volta das 20h, dois funcionários do Banco do Brasil local foram rendidos em suas residências inicialmente por três indivíduos fortemente armados com pistolas e fuzis, fazendo-os reféns e a todo custo procuravam pelo gerente, o qual na ocasião encontrava-se de férias.

Os três meliantes, por volta das 23h ainda do dia 05, obrigaram um dos funcionários a telefonar para o sub-gerente, dizendo que seu veículo estava com problemas e que precisava que este viesse urgente socorre-lo. Assim, o sub-gerente saiu de sua residência vindo ao encontro de seu funcionário, momento em que mais três indivíduos, também fortemente armados o detiveram e então todos foram conduzidos para a casa do sub-gerente e nesta mantidos em cárcere(família e funcionários) até por volta 05h da manhã do dia seguinte 06/01, horário em que três dos seis indivíduos, saíram da casa levando a esposa, duas filhas do sub-gerente e um dos funcionários. 

Às 07h da manhã outros dois também saíram ficando somente um indivíduo que disse ao sub-gerente como deveria ocorrer a ação para retirada do dinheiro. Em nenhum momento familiares foram ameaçados. Os "bandidos" queriam somente o dinheiro do banco.

Por volta das 9h do dia 06/01, o sub-gerente e outro funcionário foram até a agência e após abertura do cofre, o sub-gerente retirou certa quantia em dinheiro (montante ainda não confirmado pelo banco) tomando a Rua 21 de abril, quando um indivíduo já estava a espera, recebendo assim o dinheiro.

Por volta das 11h, o sub-gerente foi avisado que a sua família  e o funcionário foram localizados na cidade de Taquarituba/SP, na rodovia SP-255, sem qualquer tipo de  ferimentos.
                    
A Polícia Civil de Itaporanga, juntamente com apoio de policiais especializados da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade de Avaré/SP, logo iniciou as investigações devido o caso ser de extrema gravidade para Itaporanga, bem como para os demais municípios desta região.

Logo nas primeiras horas a Policia Civil já havia identificado um suspeito de fazer parte dessa quadrilha. Ele veio de São Paulo onde já teria participado de assaltos e em anos anteriores chegou a residir em Itaporanga. Através do setor de inteligência da Seccional de Avaré se obteve a fotografia do suspeito.
                    
Em trabalho conjunto, as delegacias de Itaporanga e DIG de Avaré conseguiram junto ao Poder Judiciário, um mandado de prisão temporária(30 dias) do suspeito E.A, de 30 anos. E em diligências realizadas nos dias 07, 08, 09 a Policia Civil de Itaporanga, com apoio das policias Civil e Militar da cidade de Riversul efetuaram, no dia 09, a prisão do suspeito na cidade de Riversul-SP.

O suspeito encontra-se preso em cadeia distinta na região, por trata-se de prisão temporária (prisão para continuidade das investigações), que estão a cargo da DIG de Avaré, que possui aparelhamento especializado para investigações desta modalidade de crime e procura-se pelos cinco elementos restantes da quadrilha bem como a recuperação do montante roubado.
 

 

Compartilhar

Notícias relacionadas