Queda na arrecadação e outros assuntos levam prefeitos desta região à Brasília

Os prefeitos José Carlos do Nute Rodrigues(Itaporanga), Francisco Neres de Meira(Barão de Antonina), Marcelino Bíglia(Riversul), Míderson Zanello Míleo(Taquarituba) e Francisco Rodrigues(Piraju), viajaram à Brasília na semana passada, onde foram recebidos por ministros, deputados, presidente da Câmara e no Senado, pelo senador Aloísio Mercadante. Apresentaram reivindicações para os seus municípios e principalmente expuseram as dificuldades decorrentes da queda de arrecadação.

Na Presidência da República, inicialmente o grupo foi recebido pelo secretário Gilmar Dominici, das Relações Institucionais, que ouviu as demandas e expôs as ações do Governo Federal para os municípios brasileiros. Depois, os prefeitos foram apresentados ao ministro da pasta, Alexandre Padilha, que reiterou o compromisso do Governo Federal de manter os repasses do FPM – Fundo de Participação dos Municípios – no mesmo índice do ano de 2008.

O grupo foi recebido também pelos ministros Dilma Roussef (Casa Civil) e Orlando Silva(Esportes), aos quais foram apresentadas as demandas municipais.
Com o presidente da Câmara, Michel Temmer, os prefeitos tomaram o café da manhã e aproveitaram  para conversar sobre a queda de repasse e para a apresentação de reivindicações. Obtiveram também desse a mesma garantia de manutenção de rapasses nos mesmos índices de 2008.

No gabinete do senador Aloizio Mercadante, foram recebidos pelo próprio senador e por seu assessor Félix Sahão. Mercadante informou a existência de uma grande discussão em relação à distribuição dos royaltys do Pré-Sal, para que ocorra a todos os municípios brasileiros e não só aos municípios das áreas de exploração de Petróleo.

Nos intervalos das audiências, os prefeitos visitaram vários deputados federais aos quais apresentaram projetos e solicitaram emendas ainda para este ano e para 2010.
Sobre esse encontro com autoridades federais em Brasília, o prefeito itaporanguense José Carlos do Nute Rodrigues, disse ter ficado satisfeito, mas, destacou: “ Temos que estar atuantes em busca de mais recursos e benefícios para os nossos municípios, pois são neles é que estão os problemas maiores”, ressaltou.      
 

Compartilhar

Notícias relacionadas